Connect with us

Educação com Ciência

Ansiedade na infância e da adolescência

Essa pressa toda resulta, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), em uma estatística alarmante: somos o País mais ansioso do mundo.

Publicado

em

Vivemos em uma sociedade imediatista, ansiosa e precoce. Aceleram-se não apenas os entretenimentos, pois estes rapidamente perdem a graça, os diálogos, porque ninguém mais tem tempo a perder escutando os outros, as reações que devem ser breves e instantâneas, afinal tempo é dinheiro e por fim, a mente, que está a mil, com pensamentos cada vez mais urgentes e ansiosos.

Essa pressa toda resulta, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), em uma estatística alarmante: somos o País mais ansioso do mundo. Dados de 2017 mostram que 18 milhões de brasileiros, o que corresponde a 9,3% da população, sofrem por esta desordem psicológica e emocional.

Para os especialistas na área, ansiedade é caracterizada como um sentimento desagradável de apreensão, medo e tensão pela antecipação de fatos e fenômenos.

Há uma tendência natural da psique humana para a elaboração de hipóteses, pensamentos, desejos e construções conscientes do futuro de médio e longo prazo. No entanto, essa ansiedade vital torna-se doentia quando são exagerados, desproporcionais, resultando em pensamentos muito acelerados, interferindo na qualidade de vida, diminuindo o processo criativo, afetando o emocional e, muitas vezes, apresentando reflexos orgânicos e metabólicos.  

A criança e o adolescente não estão isentos deste grande mal. Pelo contrário, eles são igualmente vítimas, ou muitas vezes, sofrem até mais, com essa era ansiolítica. Isso porque o sistema social constrói o ser ideal, tão logo que nasce. “Fulano será doutor, deverá entrar na faculdade aos dezoito anos, conseguir um bom emprego aos vinte e poucos, casar-se e construir uma família antes dos trinta”. Essas projeções são erradas? Não devemos fazê-las? Não se trata de não projetar o futuro, mas sim, de entender que cada indivíduo é único em sua forma de agir e pensar. O tempo não é igual para todos.

A infância e a adolescência são etapas primordiais para o desenvolvimento emocional e psicológico do indivíduo adulto. O excesso de estímulos, atividades e informações, advindas dos usos tecnológicos são considerados, hoje, os grandes causadores da ansiedade na infância, gerando agitação, falta de concentração, dificuldades de memorização, oscilação no humor e reações impulsivas.

Fatores de proteção podem ser desenvolvidos, em ambiente familiar e escolar, a fim de minimizar esta problemática. São eles: estimular a autonomia e a autoestima (o diálogo é sempre auxiliador nestes quesitos), permitir que a criança e o adolescente encontrem o seu bem-estar (a busca por um esporte ou algo que lhe cause motivação é uma boa recomendação) e desenvolver a competência emocional alcançada através de afetos positivos, apoio social e familiar.  

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.