Connect with us

Turismo

MAE registra mais de 4,1 mil visitantes em janeiro de 2020

Comparativo de janeiro de 2019 ao de 2020 mostra um aumento de mais de 52% no número de visitantes ao MAE

Publicado

em

Foi o maior número de visitação no mês em questão desde 2014

Em janeiro de 2020, o Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE), em Paranaguá, mantido pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), registrou o total de  4.118 visitantes, a maior média de visitação para o mês em questão desde 2014. Turistas de 16 países, bem como de 21 Estados do Brasil, além do Paraná, estiveram no museu que abriga duas exposições, bem como diversos atrativos culturais e arqueológicos que contam a história do litoral paranaense e de Paranaguá.

Ao todo, 92 turistas estrangeiros estiveram no MAE, advindos de países da Europa (Letônia, Holanda, Itália, Rússia, Alemanha, Hungria, Lituânia, Noruega e Suécia), América Central (Porto Rico) e, principalmente, da América do Sul (Paraguai, Argentina, Uruguai, Venezuela, Peru e Colômbia). A maior parte dos visitantes é oriunda do Brasil (3,9 mil pessoas), sendo um público majoritariamente advindo do próprio Paraná (3,2 mil visitantes). A média diária foi de recebimento de 151 pessoas. Dos 31 dias de janeiro, em 27 deles o espaço ficou aberto, o que abrange a oportunidade de pessoas de todo mundo conhecer o MAE.

Outra questão foi o viés educacional do museu. De acordo com a assessoria do MAE, 35 alunos da Escola Estadual Agrícola Nilton Freire, de Pinhais, e acadêmicos da própria UFPR de Curitiba estiveram conhecendo os atrativos e exposições do local.

Atrativos para alta visitação

4.118 visitantes visitaram o MAE durante o mês de janeiro (Foto: Divulgação/MAE)

Luiz Cézar Rodrigues, auxiliar administrativo há 36 anos no MAE, ressalta que o número alto de visitação demonstra a enorme importância do museu. “Isso se deve primeiramente sobre o histórico do prédio, desde quando foi Colégio dos Jesuítas, depois Alfândega e mais tarde Quartel, e a partir de 1963, quando foi aberto como museu. Outra questão são as exposições apresentadas que representam a cultura do litoral paranaense, valorizando e divulgando para visitantes do Paraná e do Brasil e levando esta riqueza a diversos países”, acrescenta.

Rodrigues ressalta que comparando janeiro de 2019 ao mesmo período de 2020, houve um aumento de mais de 52% no número de visitantes ao MAE. "Isso se deve à presença alta de veranistas nas praias do litoral do Paraná, pedágio com um aumento não exagerado, bem como aos períodos de chuva que fazem com que esse público venha conhecer o nosso museu. Além disso, outro ponto são famílias de parnanguaras que visitam o espaço para conhecer o prédio do século XVIII", explica, destacando que neste ano 679 parnanguaras já visitaram o MAE, sendo que no ano passado este número foi de 435 visitantes locais. Outro ponto foi o aumento de 7% no número de visitantes estrangeiros em janeiro de 2020.

Segundo o auxiliar administrativo, as exposições são um dos principais atrativos no museu. A exposição "Assim vivem os homens" já atraiu mais de 83 mil visitantes desde o fim de 2017 no MAE, sendo que a outra nomeada de "Entre Conchas" alcançou no dia 31 de janeiro mais de 25 mil visitantes.

Horário de visitação

O MAE fica aberto de terça-feira a domingo, no horário das 8h às 20h, localizado na Rua XV de Novembro, 575, no Centro Histórico de Paranaguá.  “Trata-se de um prédio com 264 anos, estilo colonial do século XVIII muito bem preservado, contando com 1.726,60 metros quadrados. A entrada é franca. Convidamos todos que venham conhecer, prestigiar e divulgar o MAE, que façam parte dos milhares de visitantes que conheceram o museu em 2019 e com isso souberam um pouco mais da nossa história”, finaliza Luiz Cézar Rodrigues.

Continuar lendo