Logotipo

Obras de pavimentação na Avenida Bento Munhoz da Rocha devem durar 60 dias

11 de janeiro de 2020

Todo o trecho da Rua Capibaribe até a Avenida Roque Vernalha será contemplado

Compartilhe

As obras de pavimentação na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, em Paranaguá, começaram no dia 6 de janeiro. Desde então, a população tem percebido que o trânsito ficou alterado na região em virtude das intervenções. A previsão é que os serviços sejam finalizados em 60 dias, a contar do início dos trabalhos.

A primeira etapa da obra contempla o trecho entre a Rua Capibaribe, nas proximidades do Colégio Luso Brasileiro, até o Aeroparque. Segundo informações da Prefeitura de Paranaguá, serão colocados, aproximadamente, 2.500 metros de novo asfalto.

No total, todo o trecho da Avenida Bento Munhoz, entre a Rua Capibaribe até a Avenida Roque Vernalha, nas proximidades do Colégio Estadual José Bonifácio, será recuperado. O asfalto antigo está sendo retirado e será colocado um novo asfalto a quente.

Serão colocados, aproximadamente, 2.500 metros de novo asfalto (Foto: Prefeitura de Paranaguá)

 

DESVIOS NO TRÂNSITO

Em nota, a prefeitura informou que o trânsito está sendo desviado para a Avenida Ayrton Senna ou pela Domingos Peneda, apenas no sentido bairro-centro. No sentido centro-bairro o trânsito segue normal. “A orientação é para que haja atenção no trecho e paciência. São obras de melhorias importantes e, em breve, mais vias do município serão recuperadas”, ressaltou a Prefeitura de Paranaguá.

Em suas redes sociais, o prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, comemorou a pavimentação na Avenida Bento Munhoz e pediu cuidado dos motoristas que trafegam pela região. “Pedimos para que as pessoas tenham um pouco de cuidado no local agora, esta é uma obra importante de revitalização, causa um pouco de transtorno, mas é assim mesmo. A empresa se comprometeu em fazer todo esse trecho em menos de 60 dias, colocando um asfalto novo, além de uma parte com drenagem. Vamos contemplar 7 km de ruas com asfalto de qualidade, na Rua Júlia da Costa, na Arthur de Abreu, Manoel Pereira, Manuel Correia, José Gomes”, antecipou Marcelo.


Colunistas