Connect with us

Semeando Esperança

A ressurreição, centro da fé cristã

Os últimos domingos de cada Ano Litúrgico oferecem a oportunidade de refletir sobre a nossa vida à luz do fim: a ressurreição dos mortos

Publicado

em

Os últimos domingos de cada Ano Litúrgico oferecem a oportunidade de refletir sobre a nossa vida à luz do fim: a ressurreição dos mortos. No Evangelho deste 32.º Domingo do Tempo Comum – Lucas 20,27-38 –, Jesus foi questionado pelos saduceus a respeito da ressurreição e da vida futura. Eles eram um grupo pequeno e muito influente, na sociedade e na economia, formado por descendentes de famílias ricas, donas de muitas terras. Quanto à religião, diferente do que acreditavam os judeus, eles “negavam a ressurreição”.

Aproximando-se de Jesus, quiseram armar-lhe uma cilada, “para ridicularizar a fé na ressurreição. Apresentaram-lhe um caso, fruto de sua fantasia. Falaram de sete irmãos que foram casando sucessivamente com a mesma mulher [viúva de todos], para assegurar a continuidade do nome, da honra e da herança ao ramo masculino daquelas poderosas famílias saduceias de Jerusalém. É a única coisa da qual entendem” (Pagola). Para eles, que sentido teria a esperança em outra vida futura?

Jesus respondeu, mostrando como eles estavam enganados, pensando que o céu seria apenas a reprodução das relações aqui na terra, e, pior, a continuidade das desigualdades, injustiças e abusos deste mundo. “Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos, pois todos vivem para ele” (v. 38). Essa é uma das mais belas definições de Deus! “Deus não vive por toda a eternidade cercado de mortos”. A morte é realidade concreta e nos fere. Mas, não nos detém. Passamos por ela, como que por uma porta, e entramos na vida futura, onde Deus reina em plenitude. E nós, então, viveremos uma outra vida, aquela dos ressuscitados.

A ressurreição é o centro da fé cristã. Assim, o Apóstolo São Paulo escreveu: “Se não há ressurreição dos mortos, também Cristo não ressuscitou. E, se Cristo não ressuscitou, vazia é a nossa pregação, vazia também é a vossa fé” (1Cor 15,13-14). Tudo tem sentido com a ressurreição! Ela é passagem “não para uma outra vida, igual à precedente – como as ressurreições que Jesus realizou (Lc 7,11-17; 8,49-56; Jo 11,1-43) –, mas para uma vida nova e diversa, em comunhão com Deus, na plenitude da sua glória, da qual participa também o corpo (“corpo glorioso”: 1Cor 15,35-58). Deus mesmo, de fato, é a nossa vida (Dt 30,20), como o amado é a vida de quem ama” (Fausti).

Por fim, proponho uma oração nascida da fé no Cristo ressuscitado e alimentada pela esperança na ressurreição: “Acolhei com bondade no vosso reino, ó Pai, os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida e todos os que morreram na vossa amizade. Unidos a eles, esperamos também saciar-nos eternamente da vossa glória, quando enxugardes toda lágrima dos nossos olhos. Então, contemplando-vos como sois, seremos para sempre semelhantes a vós e cantaremos sem cessar os vossos louvores, por Cristo, Senhor nosso” (Oração Eucarística III).

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.