conecte-se conosco

Royal Rouge

Gay Games saúdam a diversidade nas Olimpíadas do Rio e pedem apoio ao COI

A Federação dos Jogos Gays, Gay Games,  um evento internacional que acontece a cada quatro anos promovendo igualdade nos esportes, enviou uma…

Publicado

em

A Federação dos Jogos Gays, Gay Games,  um evento internacional que acontece a cada quatro anos promovendo igualdade nos esportes, enviou uma carta ao presidente do Comitê Olímpico Internacional, Tomas Bach, parabenizando a edição das Olimpíadas do Rio de Janeiro por sua mensagem de inclusão. A carta de 22 de agosto agradece o serviço prestado, reforça a importância da continuidade desse trabalho e pede apoio para os Jogos Gays, cuja próxima edição acontecerá em Paris, em 2018. 

 

 

No texto, a federação parabeniza o Comitê em seis aspectos: a inclusão da menção de orientação sexual no princípio 6 dos Jogos, o discurso de abertura afirmando que todos somos iguais, a declaração de que as próximas cidades a sediarem os jogos precisam fazer acordos antidiscriminação, o aumento do número de atletas LGBTs assumidos, a criação do primeiro Time de Refugiados e a mensagem de repúdio ao texto sobre os atletas gays não assumidos na Vila Olímpica publicada por um jornalista. A carta termina agradecendo o foco no respeito aos Direitos Humanos e convidando o Comitê a integrar a equipe dos Jogos Gays de Paris, em 2018.

 

História

Conhecida como as Olimpíadas Gays, de que qualquer atleta que entenda a importância da igualdade pode participar, independente da orientação sexual, os Jogos Gays tiveram sua primeira edição em 1982, em São Francisco. Em sua 10.ª edição, o evento propõe uma organização diferenciada, baseada em voluntariado, para trabalhar os Direitos Humanos e as pautas LGBTs. 

 

 

A responsabilidade de artigos assinados e as opiniões neles expressas não refletem necessariamente as opiniões deste portal. 
A responsabilidade do autor se estende à correção ortográfica e demais regras gramaticais da língua portuguesa.

Continuar lendo
Publicidade