conecte-se conosco

Polícia

Polícia realiza ação contra roubo de veículos e cumpre mandados judiciais em Paranaguá

Polícia Civil, PRF e PMPR realizaram ação no litoral

Publicado

em

[videoyoutube]42bEt1EF6BU[/videoyoutube]

Vídeo da operação divulgado pela PRF e Polícia Civil

Objetivo foi recuperar peças de desmanches e de veículos que estariam sendo roubados

Na terça-feira, 9, a Polícia Civil do Paraná (PCPR), com apoio das polícias Rodoviária Federal (PRF) e Militar do Paraná (PMPR), realizou uma ampla operação contra o roubo de veículos em Paranaguá e no litoral do Paraná. O objetivo foi recuperar peças de desmanches e veículos que estariam sendo roubados ou furtados no Paraná e comercializados com países vizinhos, sendo que a região litorânea faz parte desta rota do crime. Nove mandados de busca e apreensão foram expedidos para cumprimento em Paranaguá e um em Pontal do Paraná.

A operação foi nomeada como "Rhesus" e contou com um grande efetivo de agentes da PCPR e PRF que realizavam buscas em lojas de peças de carros e em desmanches nos dois municípios. Além de diversas viaturas das forças policiais, um helicóptero da Polícia Civil atuou na operação, sobrevoando bairros parnanguaras na localização de locais suspeitos de serem pontos de desmanche.

Peças adulteradas foram encontradas em veículos em Paranaguá

BALANÇO

Até a tarde da terça-feira, 9, a operação realizou a detenção de sete pessoas, apreendendo um total de quatro veículos adulterados, entre eles duas carretas, um caminhão e um Fiat Uno, bem como um motor. Além disso, documentos de veículos roubados foram encontrados, bem como foi apreendida uma pistola calibre .765 com 30 munições intactas, peças mecânicas e R$ 3 mil em espécie. Ao todo, 66 policiais, 17 viaturas, quatro cães farejadores e um helicóptero atuaram na ação.

O delegado João Marcelo Renk, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) da PCPR em Curitiba, responsável pela operação, realizou uma análise da atuação das forças de segurança. "O balanço foi positivo, efetuamos a prisão em flagrante de uma pessoa por porte de arma de fogo de uso restrito. Efetuamos a apreensão de alguns veículos, peças com parte de motor e indícios de adulteração, bem como uma carreta, possivelmente adulterada, tudo isso vai passar por perícia para se confirmar a adulteração ou não", explica.

"Em conjunto com a PRF e PMPR já deixamos o nosso agradecimento. Trabalhamos no intuito de coibir não só o roubo e o furto, que normalmente ocorre em Curitiba, mas também a questão da receptação e adulteração e posterior repasse a terceiros destes veículos", diz Renk.

VEÍCULOS ADULTERADOS

Segundo o delegado da DFRV, muitos cidadãos acabam comprando veículos adulterados no litoral e em todo o Paraná, algumas vezes cientes do crime e outras sem saber. "A pessoa que quer adquirir um veículo de boa-fé tem que tomar cuidado e ficar atenta aos sinais identificados como o número do chassi e do motor, o vidro, verificar se não há sinais de adulteração. Se houver algum indício, o cidadão deve procurar a Polícia Civil na sua cidade já na negociação e indicar. Há vários aplicativos que permitem ver se há alerta de furto ou roubo, bem como há empresas que fazem vistorias, tudo no intuito de evitar, a pessoa pode gastar um pouco mais, mas evita de ter uma dor de cabeça posterior, perdendo um bem ou respondendo processo criminal", destaca.

Outro foco da ação foram os veículos de carga em Paranaguá. "O foco são todos os veículos. Conferimos na questão dos caminhões os chassis, motor, caixa de câmbio, tudo com o intuito de se evitar o cometimento de crime", finaliza o delegado João Marcelo Renk.

Caminhões foram vistoriados com possíveis irregularidades na região (Foto: PCPR)

INVESTIGAÇÃO

De acordo com o repassado pelas autoridades, a PMPR fez um primeiro contato com a DFRV da PCPR para alertar quanto ao número alto de carros adulterados transitando em Paranaguá e no litoral. Foi iniciada então uma investigação mais aprofundada, e a suspeita é que estes veículos tenham sido furtados em Curitiba e repassados a terceiros ilicitamente. Além disso, o Paraná e Paranaguá estariam fazendo parte da rota de desmanche e repasse de peças roubadas para países da América do Sul.

Outro ponto constatado na investigação é que caminhões estariam adulterados ou seriam frutos de roubos ou furtos, sendo utilizados ilicitamente para transporte de cargas em Paranaguá e no litoral.

Produtos, documentos, dinheiro e uma pistola apreendidos pelas forças policiais na Operação Rhesus

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.