conecte-se conosco

Polícia

PCPR encontra idosa desaparecida no litoral do Paraná

É a partir do registro do Boletim de Ocorrência que a PCPR toma conhecimento do desaparecimento e inicia as investigações.

Publicado

em

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) localizou uma idosa de 68 anos que havia desaparecido, na quarta-feira, 1.º, em Pontal do Paraná. A mulher foi encontrada perambulando às margens da rodovia PR-412 no balneário Ipanema, na sexta-feira, 3.

O desaparecimento da idosa foi registrado pelo filho na noite do dia 1.º. De acordo com informações de familiares, a mulher teria saído de casa para ir a um posto de saúde e não retornou para casa. Os familiares procuraram em diversos locais, inclusive, em casas de conhecidos e parentes, mas não a encontraram.

A PCPR realizou diversas buscas durante os dois dias e na sexta-feira, 3, os policiais civis encontraram a idosa muito abatida, assustada, com muita sede e fome. Além disso, a mulher estava com os pés machucados de tanto andar, já que havia ficado dois dias sem dormir e andando para tentar se lembrar do local em que reside.

A senhora foi entregue à família. O filho foi orientado quanto aos cuidados para que a integridade física da idosa seja preservada.

 

ORIENTAÇÕES

A PCPR orienta aos familiares de pessoas desaparecidas, de qualquer idade, que registrem rapidamente o Boletim de Ocorrência (BO) informando o desaparecimento. Não é necessário aguardar 24 horas. Assim, as chances de se localizar a pessoa são muito maiores.

O BO pode ser registrado pela Internet, no novo site da PCPR. Basta acessar: www.policiacivil.pr.gov.br e na ferramenta de serviços clicar na aba Boletim de Ocorrência. É importante ter ao menos uma fotografia digital recente do desaparecido, que deverá ser anexada durante o registro.

Se desejar, o familiar pode procurar uma delegacia da PCPR para que o BO seja registrado pessoalmente. É importante não esquecer de levar fotografias do desaparecido.

É a partir do registro do Boletim de Ocorrência que a PCPR toma conhecimento do desaparecimento e inicia as investigações.

Fonte e foto: PCPR

Continuar lendo
Publicidade