conecte-se conosco

Educação

Escola municipal Costa e Silva será reinaugurada no dia 29 em Paranaguá

O retorno dos alunos e professores para a escola totalmente revitalizada será com as seis turmas funcionando em tempo integral

Publicado

em

Unidade de ensino localizada no Rocio está com as obras 95% concluídas

No dia 29 de novembro, a Prefeitura de Paranaguá, através da Secretaria Municipal de Educação e Ensino Integral (Semedi), realiza a reinauguração da Escola Municipal Costa e Silva, localizada no bairro Rocio. De acordo com o município, a obra na localidade está em fase de finalização, faltando poucos ajustes no acabamento, com 95% das benfeitorias concluídas.

“Estamos felizes em entregar esta importante obra para a Educação e para o bairro Rocio. Sabemos que há muito tempo a comunidade cobrava do Poder Público essa reforma e ficamos gratos por agora entregá-la completa nessa instituição histórica do nosso município”, afirma o prefeito Marcelo Roque.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Vandecy Dutra, o município e a Semedi “possuem muito orgulho desta obra que está situada em um bairro muito importante da nossa cidade e com ela também garantimos o direito das crianças de estarem em um espaço próximo a sua casa”, detalha.

De acordo com a Semedi, o retorno das crianças e professores para a escola totalmente revitalizada será com as seis turmas funcionando em tempo integral. "No prédio novo da escola Costa e Silva funcionará também a UAB (Universidade Aberta do Brasil) e também abriremos turmas de EJA (Educação de Jovens e Adultos)", explica a assessoria. O número de alunos atendidos na escola Costa e Silva deve ser ampliado com a reinauguração do prédio, sendo que atualmente a unidade conta com 140 estudantes.

PRÉDIO FOI RECUPERADO EM MENOS DE UM ANO

Deteriorada por anos, a Escola Municipal Costa e Silva, localizada no bairro Rocio, em Paranaguá, acabou tendo suas atividades interrompidas em 2017, em virtude de alagamentos e infiltrações existentes no espaço educacional, o qual foi inaugurado em outubro de 1973 e por onde passaram milhares de parnanguaras em seus bancos escolares. Desde o início de sua gestão, o prefeito Marcelo Roque destacou que a reforma e reabertura da escola seria um de seus compromissos dentro da educação municipal, algo que começou a ser feito em março de 2019 com assinatura da ordem de serviço para revitalização do local e reinauguração que está programada para o final de novembro, ou seja, uma reforma que será concluída em um prazo de cerca de nove meses.

“Estamos recuperando um estabelecimento de ensino histórico. Uma escola que teve grandes alunos e professores. A região precisa de uma escola e com esta reforma o prédio estará mais moderno e apto para que os pais e as crianças possam ter educação de qualidade”, ressalta Marcelo Roque

A secretária de Educação, Vandecy Dutra, afirma que a entrega da unidade prossegue com uma das metas da atual gestão que é atender de forma descentralizada todas as regiões da cidade. "No bairro Rocio há aproximadamente 140 famílias e iremos proporcionar educação para os seus filhos nas proximidades de suas casas. Também aumentaremos o número de salas de aulas no município, o que é importante para termos qualidade no ensino”, explica.

ESTRUTURA AMPLA E NÚMERO DE ALUNOS

Segundo a Semedi, quando reinaugurada, a escola terá o total de sete salas de aula. "No pavimento térreo, serão cinco salas de aula, um laboratório de química e ciências, conforme projeto arquitetônico. Ainda no pavimento térreo, estão incluídos os ambientes administrativos da unidade escolar, como coordenação, direção, entre outros. Já no Pavimento Superior, estão incluídas duas salas de aula, acompanhadas de uma biblioteca e um laboratório de informática. Além disso, contará com ambientes administrativos como sala dos professores, sala de estudos pedagógicos. Haverá aula nos períodos da manhã e da tarde e também à noite, para o pessoal do Ensino de Jovens e Adultos (EJA)", finaliza a pasta.

Continuar lendo
Publicidade