conecte-se conosco

Polícia

Identificada no IML mulher que morreu atropelada no Jardim Ouro Fino

Karin Cristine P. Costa, de 44 anos, foi atingida por um caminhão nas proximidades de uma casa noturna

Publicado

em

Foi identificada na tarde desta sexta-feira, 11, por familiares, a mulher atropelada por um caminhão no Jardim Ouro Fino. Karin Cristine P. Costa, de 44 anos, foi atingida pelo veículo nas proximidades de uma casa noturna.

O corpo foi encaminhado para a sede do IML – Instituto Médico Legal de Paranaguá, onde foi reconhecido por familiares. A mulher não portava documentos de identificação.

RELEMBRE O CASO

Karin Cristine P. Costa, de 44 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira, 11, por volta das 3h, após ser atingida por um caminhão na Avenida Bela Vista, no Jardim Ouro Fino, em Paranaguá.

De acordo com o motorista do veículo, um rapaz, de 27 anos, de nacionalidade paraguaia, ele tinha acabado de sair de uma casa noturna com a companheira, quando foi avisado por populares do atropelamento.

Em suas declarações, o caminhoneiro disse que entrou na cabine, ligou o veículo e esperou “fazer ar”, para então manobrar o caminhão e sair do local.

Neste momento, pessoas que estavam nas proximidades da casa noturna começaram a gritar e chamar sua atenção. Ele parou o veículo, desceu da cabine e encontrou a mulher caída ao lado do caminhão.

Equipes do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e da Polícia Militar foram acionadas e atenderam a ocorrência. Os socorristas constataram o óbito da mulher. 

O local do atropelamento foi isolado e periciado pela Criminalística.

Periciado, o corpo foi encaminhado para a sede do IML – Instituto Médico Legal de Paranaguá, onde passou por exames complementares.

Apresentando sintomas de embriaguez, o motorista do caminhão foi levado para a Delegacia Cidadã, onde prestou depoimento. O rapaz disse que tomou duas doses de whisky na casa noturna, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro. O caminhão foi apreendido e segue no pátio do 9.º Batalhão de Polícia Militar.