Connect with us

Polícia

Homem é vítima de latrocínio em Matinhos

Publicado

em

Homem é vítima de latrocínio em Matinhos

Um crime de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, chocou moradores do balneário Riviera, em Matinhos, na tarde de terça-feira, 12.

O corpo de José Luiz Uniat, de 54 anos, conhecido na região como “Zé Floyd”, foi encontrado por vizinhos, dentro da casa onde ele morava, na Rua Porto Alegre, por volta das 16h.

Violentamente agredido, possivelmente com pedradas, “Zé Floyd” morreu no local. O corpo estava com as mãos e pés amarrados.

REVIRADO

Ao constatar a situação, moradores do balneário acionaram a Polícia Militar e uma equipe foi até o endereço indicado.

Além do corpo, que estava caído em um dos cômodos, todo ensanguentado, os militares encontraram o interior da residência revirado. Uma televisão teria sido levada da casa da vítima, indicando que “Zé Floyd” foi vítima de latrocínio.

O local ficou isolado até a chegada da Criminalística e do Instituto Médico Legal. Após a perícia, o corpo de José Luiz Uniat foi encaminhado para a sede do IML, em Paranaguá.

INVESTIGAÇÃO

De acordo com populares, “Zé Floyd” foi visto caminhando pelo balneário, na manhã de segunda-feira, 11, e teria mantido contato telefônico com um conhecido, no período da noite.

Na tarde de terça-feira, 12, um vizinho ouviu um barulho estranho na residência e foi verificar a situação, quando encontrou o corpo e acionou a polícia.

Equipes da Polícia Civil, que estão atuando na Operação Verão Consciente, estiveram no local e começaram a investigar o caso.

Leia também: Rapaz é assassinado a tiros na Vila Paranaguá

Continuar lendo