Connect with us

Polícia

Execução: Rapaz é assassinado a tiros na frente da companheira

Armados e encapuzados, pelo menos quatro indivíduos invadiram a residência e executaram “Chetelba

Publicado

em

Ricardo Lourenço da Silva, de 29 anos, conhecido como “Chetelba”, foi executado a tiros, dentro da casa onde estava, na noite de domingo, 16, por volta das 21h, no cruzamento das Ruas Rocha Pombo com Alfredo Budant, no bairro Porto dos Padres, em Paranaguá.

Invasão

De acordo com o sogro de “Chetelba”, que também estava na residência, pelo menos quatro indivíduos invadiram o local, derrubando o portão. Eles teriam gritado “Polícia, Polícia” e efetuado disparos de arma de fogo. Pelo menos três suspeitos estariam armados e encapuzados.

Ricardo Lourenço da Silva, vulgo “Chetelba”, foi executado a tiros na casa da companheira no bairro Porto dos Padres

“Chetelba” e a companheira, de apenas 15 anos, estavam deitados na sala, quando foram surpreendidos por tiros que atingiram a janela e a porta.

Ainda de acordo com as testemunhas, Lucas dos Santos Costa, de 15 anos, invadiu a sala e com uma arma de fogo na mão, apontou para a cabeça da jovem. Ele não acionou o gatilho.

Neste momento, Ricardo tentou fugir correndo pela cozinha, onde foi alvejado por vários tiros. Dois indivíduos, que cercavam a casa atiraram no rapaz, que morreu no local.

Os nomes de dois suspeitos, que estariam usando tornozeleiras eletrônicas e teriam participado da execução, foram repassados para as equipes policiais.

O grupo fugiu logo em seguida.

Duas bicicletas, que seriam dos atiradores, foram abandonadas do lado de fora da casa onde “Chetelba” foi assassinado.

Após atender à situação e constatar o óbito da vítima, equipes do Samu e da Polícia Militar relataram que durante o acionamento, populares teriam informado que um rapaz baleado foi visto saindo da casa onde “Chetelba” foi morto. Informação não confirmada no local.

Enquanto registravam a ocorrência e aguardavam a perícia e o Instituto Médico Legal, os policiais militares e agentes da Guarda Civil Municipal foram informados de que um rapaz baleado deu entrada na emergência do Hospital Regional do Litoral.

A vítima, alvejada no abdômen e braço, foi identificada como sendo Lucas dos Santos Costa, um dos indivíduos que invadiu a casa no Porto dos Padres.

Devido aos ferimentos e à necessidade de uma intervenção cirúrgica de emergência, realizada ainda na madrugada de domingo, 16, Lucas não relatou como e onde foi baleado. Ele foi operado e segue internado na casa hospitalar.

47.º Homicídio

A execução de Ricardo Lourenço da Silva, vulgo “Chetelba”, foi o 47.º homicídio registrado em Paranaguá este ano. No litoral, são 96 casos.

Uma equipe da Polícia Civil esteve no local e começou a investigação. Familiares da vítima e outras testemunhas foram ouvidas.