conecte-se conosco

Polícia

Corpo enterrado na margem do Rio da Onça em Matinhos era de rapaz desaparecido

Foi o 2.º homicídio registrado em Matinhos, em 2022

Publicado

em

Uma informação anônima repassada para familiares de Brayan Amantino, de 22 anos, que estava desaparecido desde o dia 4 de janeiro, ajudou na localização do corpo do rapaz, enterrado no terreno da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias do Estado do Paraná, no bairro do Bom Retiro, em Matinhos.

RIO DA ONÇA

Ao receber detalhes sobre o paradeiro do corpo de Brayan, o padrasto do rapaz foi até o local indicado e encontrou, em uma parte do terreno, nas margens do Rio da Onça, que passa pela propriedade, a terra remexida.

Com uma enxada, o padrasto retirou a terra do buraco que havia sido cavado e encontrou o corpo do enteado.

Acionadas, equipes da Polícia Militar foram para o local e isolaram a área. Uma guarnição do Corpo de Bombeiros ajudou na retirada do corpo, que foi acompanhada pelo perito criminal e por policiais civis.

O corpo de Brayan foi encaminhado para a sede do IML – Instituto Médico Legal de Paranaguá, onde vai passar por exames complementares.

2.º HOMICÍDIO

Foi o segundo homicídio ocorrido em Matinhos, em 2022. O primeiro caso foi registrado na madrugada do dia 1.º de janeiro, no Balneário Saint Etienne, quando Patrick Waleski de Freitas, de 32 anos, foi morto com três disparos de arma de fogo.

Policiais Civis, que estão atuando na Operação Verão Paraná – Viva a Vida, seguem investigando os dois casos.

No litoral são 7 homicídios registrados este ano.