conecte-se conosco

Obituário

Nota de pesar pelo falecimento de Breno Sampaio

É com pesar que comunicamos o falecimento de Breno Sampaio. A todos os familiares e amigos os mais sinceros pesares

Publicado

em

É com pesar que informamos o falecimento do Senhor Enoch Breno Vaz Sampaio, 78 anos, na segunda-feira, 31, em Curitiba. 

Breno Sampaio, como era popularmente conhecido, era nascido em Itagi, na Bahia, e reside em Paranaguá há 16 anos. Ele veio para cantar em um evento comemorativo de 50 anos de um tradicional restaurante do município, em 2007. Se apaixonou pela cidade e fixou residência definitiva.

Breno teve uma vida dedicada à cultura e as artes, tendo atuado também como ator em peças teatrais.

Ator desde 1984, atuou na peça comédia “Se for homem morre o pai, se for mulher morre a mãe” no teatro Coliseu em Santos (SP), atuando também nas peças “O sorriso de um palhaço” (1993) no teatro Laudo Natel (SP), “A menina é o pássaro encantado” (2012/ Sesc Paranaguá). Atuou em filmes de curta metragem como ” Labaredas do destino” no ano de 1979 em São José dos Campos (SP) na direção de Carlos Garick e Lília Hellinger; e a “Bordadeira do divino” gravado da ilha da Cotinga (Paranaguá/PP) sob a direção de Denilson Capeta, no ano de 2014.

Como cantor foi reconhecido e premiado em muitos festivais, como por exemplo no 5.º Femul, onde conquistou o 1.º lugar na categoria de melhor intérprete com a música “O amor é tudo” versão de Malcoln Robert (Love Loveisall) que fez sucesso em 1970 na voz de Agnaldo Rayol.

A interpretação de Breno emocionou a plateia e ‘fisgou’ os jurados e recebeu elogios de muitos cantores. Para quem não sabe, Breno tem um passado brilhante na música, com premiações em festivais nacionais nas décadas de 70, 80 e 90.

Breno Sampaio com sua experiência no cenário musical, foi um dos homenageados na 4.ª edição do Troféu Litoral Musical. Ele possui 107 troféus conquistados em festivais de música em diversos locais do Brasil. Também se apresentou em outros países como Portugal e Holanda, e ficou em 5.º lugar no Festival da Música de Assunção no Paraguai.

Breno abraçou Paranaguá com orgulho, tendo se apresentando em bares, praças, clubes, restaurantes e teatros. Ele também possui um CD gravado e sempre se considerou um cantor de várias gerações, da Jovem Guarda aos tempos atuais.

Desde 2018, Breno tinha como companheira a poetisa e artista plástica Elba Khadija.

Velório e Sepultamento

O velório será a partir das 20h, desta segunda-feira, 31, na capela municipal central do Cemitério Nossa Senhora do Carmo, e o sepultamento será na terça-feira, 1.º de agosto, às 10h30 (da manhã) no Cemitério São Benedito, em Paranaguá.

Neste momento, a Folha do Litoral News presta suas sinceras condolências a toda família e amigos por essa perda.

Obituário atualizado às 16h de 31/07/2023

Publicidade










plugins premium WordPress