conecte-se conosco

Meio Ambiente

Projeto da Unespar certifica primeiro produto orgânico da Feirinha da Catedral de Paranaguá

Rafael Rosa de Lima Júnior, da cidade de Morretes, recebeu o certificado

Publicado

em

Neste mês, o programa Paraná Mais Orgânico (PMO), da Unespar campus Paranaguá realizou a entrega do certificado para um produtor do litoral do Paraná que reconhecido como primeiro produto orgânico da Feirinha da Catedral, espaço que funciona aos sábados, das 6h às 12h, no Largo Íria Correa.

O biólogo Wanderley Hermenegildo é bolsista e voluntário no programa de auxílio aos produtores rurais, na busca da certificação de produto orgânico no litoral do Paraná. Segundo ele, este documento é de grande representatividade para o produtor e para a sociedade. “Representa grande importância agrícola e um retorno da universidade para a sociedade civil, pois temos biólogos e cada investimento do governo no campus, deve dar, obrigatoriamente, o seu retorno para a sociedade. E essa certificação é a primeira de muitas, pois deve ser entendido o que é um produto orgânico de verdade, pois seguem as leis, e as unidades são inspecionadas por um técnico. Toda a assistência técnica através do programa é totalmente gratuita para o produtor”, disse.

O produtor que recebeu o certificado é o Rafael Rosa de Lima Júnior, da cidade de Morretes. Ele atua na Feirinha da Catedral e agora com reconhecimento do seu produto como orgânico. Em Paranaguá, o responsável pelo programa Paraná Mais Orgânico (PMO) é o professor e vice-diretor do campus, Luiz Fernando Roveda.

Wanderley contou como foi o processo para que o Rafael Rosa de Lima Júnior, produtor de Morretes, chegasse a receber o certificado. “Para conquistar o certificado, deve ser por interesse próprio, onde o produtor procura a equipe responsável. Posteriormente, por indicação do IDR, que faz o acompanhamento das unidades. A partir disso, é entrado em contato com o produtor, explicado como funciona o programa, as diretrizes, a legislação, a auditoria, os custos (gratuito) entre outros pontos e dúvidas quanto ao processo de certificação, além de outras etapas”, explicou o bolsista e voluntário do programa.

O Programa Paraná Mais Orgânico é um retorno para a sociedade através de atividades que são desenvolvidas na Unespar. “É necessário o retorno científico para a sociedade. E a intenção é fortalecer o nosso litoral, mostrando o que existem cientistas em todo o litoral, de maneira multidisciplinar, e em Paranaguá, na Unespar e outras instituições de ensino superior e técnico”, observou.

Além do Rafael Rosa de Lima Júnior, da cidade de Morretes, os demais produtores do litoral poderão obter o certificado de produto orgânico procurando o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná. “Os interessados na certificação de produtos orgânicos, vegetais ou animais, ou até mesmo o processamento de produtos poderão procurar o IDR e expor o interesse ou pelo meu contato (41) 98879-4985, para agendar uma visita técnica e verificar a situação da unidade e dar um parecer técnico sobre as possíveis adequações necessárias à legislação vigente do Ministério da Agricultura”, pontuou Hermenegildo. 

Wanderley Hermenegildo se sente satisfeito em dar assistência para o Rafael e sua família em todo esse período de certificação. “É satisfatório. Acompanhar a unidade, realizar visitas técnicas, esclarecer pontos, ensinar, aprender com a realidade do produtor, prestar o esclarecimento da legislação. Valorizar o produtor e suas atividades, pagar o preço justo pelos seus produtos, para mim é de enorme honra e satisfação”, finalizou.