conecte-se conosco

Infraestrutura

Porto de Paranaguá recebe embarcação da Marinha para atividade de formação do Exército Brasileiro

O navio está atracado no berço 206

Publicado

em

Foto: Claudio Neves / Portos do Paraná

O navio balizador “Faroleiro Mario Seixas”, da Marinha do Brasil, atracou no Porto de Paranaguá. No terminal paranaense, na quarta-feira, 29, às 13h, 40 militares, entre alunos e instrutores do curso de formação de reservistas do Exército Brasileiro, embarcam e seguem para dois dias de atividades de instrução.

A embarcação é pequena: mede 35,5 metros de comprimento (loa), 6,7 metros de largura (boca) e opera com calado de 3,8 metros. Apesar do tamanho, o navio conta com todo o apoio operacional da autoridade portuária paranaense.

“É como qualquer embarcação. Temos que programar e conciliar essa atividade militar às operações comuns do porto”, explica o diretor de Operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira da Silva Júnior.

O navio está atracado no berço 206, que geralmente é utilizado para exportação e importação de granéis sólidos. “Como temos um cais bastante dinâmico, nas janelas em que não temos navios operando conseguimos encaixar esses casos extraordinários”, diz.

Como explica a Marinha do Brasil, Navio Balizador é uma embarcação responsável por serviços de sinalização náutica (Foto: Claudio Neves / Portos do Paraná)

PROGRAMAÇÃO

A passagem pelo porto será breve. Assim que os militares embarcarem o navio zarpa para a instrução. As atividades encerram na sexta-feira, 1.º. A embarcação retorna e atraca por volta das 11h, para o desembarque dos militares, e parte às 13h do mesmo dia.

Como explica a Marinha do Brasil, Navio Balizador é uma embarcação responsável por serviços de sinalização náutica. “Tais como lançamento e recolhimento de boias e balizas e apoio a reparos em faróis, a fim de contribuir para a segurança da navegação”, explica o capitão Rodrigo Teles.

Sediada atualmente em Paranaguá mesmo, a embarcação conta com uma tripulação de 19 militares. Nessa atividade de hoje, serve de apoio ao Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva do 20⁰ Batalhão de Infantaria Blindado.

Foto: Claudio Neves / Portos do Paraná

“Na sequência, o navio demandará o porto de Itajaí, numa comissão para o Adestramento do Comandante Nomeado, que assumirá o Comando do Mario Seixas em meados de julho”, diz Teles.

Como ainda explica o Capitão, Mario Seixas dos Santos – quem dá nome à embarcação – foi um funcionário público, agente de atividades marítimas fluviais, que se destacou em mais de 40 anos de carreira prestando serviços relevantes de vigilância durante a II Guerra Mundial.

Fonte: Portos do Paraná