Connect with us

Eventos

CTG Desgarrados do Pago celebra aniversário de 30 anos com costela fogo de chão

“Serão seguidos todos os procedimentos relativos às normas de segurança da Covid-19. Contamos com a participação de todos”, destaca o diretor de esportes do CTG Desgarrados do Pago, Euclides Kerkhoff (Foto: Reprodução/Facebook)

Publicado

em

Almoço será realizado no CTG em celebração também ao Dia do Gaúcho, a partir das 11h30

No domingo, 20, o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Desgarrados do Pago, de Pontal do Paraná, realiza um almoço com costela “fogo de chão” em celebração aos 30 anos da entidade e ao Dia do Gaúcho. Os ingressos para o evento podem ser adquiridos com os sócios ou no próprio CTG, que fica localizado na PR-508 (Rodovia Alexandra – Matinhos) na altura do KM 9,5. 

Segundo o diretor de esportes do CTG Desgarrados do Pago, Euclides Kerkhoff, o evento é uma importante comemoração à entidade atuante no litoral e às tradições gaúchas, que são celebradas não só no Rio Grande do Sul, como também em todo o Brasil e em outros países da América do Sul. “O almoço será servido a partir das 11h30 no CTG. Os que queiram podem levar marmitex para degustar a refeição em suas casas”, explica.

"Serão seguidos todos os procedimentos relativos às normas de segurança da Covid-19. Contamos com a participação de todos", destaca o diretor de esportes do CTG Desgarrados do Pago, Euclides Kerkhoff (Foto: Arquivo/Facebook)
Almoço com costela e seis acompanhamentos serve quatro pessoas e custará R$ 170,00, podendo ser adquirido com sócios ou no CTG (Foto: Arquivo)

De acordo com o diretor, o almoço serve quatro pessoas e custa R$ 170,00, contando com costela de qualidade assada no fogo de chão, assim como acompanhamentos de macarrão, arroz, mandioca, farofa, saladas verdes e maionese. 

“Convidamos todos a participar do evento e passar momentos inesquecíveis em uma paradisíaca paisagem entre amigos. Serão seguidos todos os procedimentos relativos às normas de segurança da Covid-19. Contamos com a participação de todos”, finaliza Kerkhoff.