Connect with us

Educação

Escolas estaduais em Paranaguá se destacam na avaliação no Ideb

Instituto de Educação e Colégio Professor Vidal Vanhoni alcançaram a meta projetada

Publicado

em

O Instituto Estadual de Educação Dr. Caetano Munhoz da Rocha e o Colégio Estadual Professor Vidal Vanhoni foram as duas escolas estaduais, em Paranaguá, que atingiram a meta projetada no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

O Ideb é um indicador criado pelo Governo Federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas em todo o País. Os resultados divulgados recentemente foram obtidos por meio da aplicação de provas, no ano passado, para o 4.º, 5.º, 8.º e 9.º anos do Ensino Fundamental e para o 3.º ano do Ensino Médio.

As notas servem como subsídio para que as escolas analisem se estão no caminho certo e também alertam para a necessidade de criação de políticas públicas que possam melhorar a formação de crianças e jovens no Brasil.

A chefe do Núcleo Regional de Educação, Clarice Ubessi,  afirmou que foram obtidos avanços consideráveis em relação às escolas que pontuaram no Ideb de 2017 para 2019. “Esse resultado se dá pelo trabalho desenvolvido entre Secretaria de Estado da Educação, Núcleo Regional e as escolas, principalmente pelo comprometimento dos diretores, equipes pedagógicas e professores em todo o processo educacional”, considerou Clarice.

“Trabalhamos sempre para o melhor da educação para os nossos alunos”, enfatizou a chefe do Núcleo Regional de Educação, Clarice Ubessi (Foto: Arquivo)

Segundo ela, o indicador siumboliza o fechamento de um ciclo de trabalho e o início de outro. “Com novas metas projetadas, novos avanços e mais conquistas. Assim é a educação, nosso trabalho de hoje será refletido nos próximos anos, e trabalhamos sempre para o melhor da educação para os nossos alunos”, enfatizou.

Notas das escolas em Paranaguá

Com relação à Rede Estadual de Ensino, entre todas as escolas avaliadas, as escolas em Paranaguá tiveram a nota 4.5, enquanto a média era 5.1 (alunos do 8.º e 9.º anos). Mas duas escolas se destacaram, alcançando a meta projetada. O Instituto de Educação Dr. Caetano Munhoz da Rocha teve nota 5.2 e o Colégio Estadual Professor Vidal Vanhoni atingiu a nota 5.7. Em ambas foram avaliados os alunos do 8.º e 9.º ano. 

A diretora no Instituto de Educação há 20 anos, Elaine Bestana Gimenes, conta que vários fatores contribuíram para o bom desempenho da escola. “Há uma equipe pedagógica e professores comprometidos e trabalhando com o mesmo objetivo. O trabalho foi desenvolvido visando à aprendizagem dos alunos, o colégio fornecia, com orientação das pedagogas, aos professores a cópia da Prova Brasil de anos anteriores, para que os conteúdos fossem trabalhados em sala de aula como reforço  de aprendizagem e conhecimento do estilo de prova”, relatou Elaine sobre a preparação dos alunos.

“Acreditamos que o Ideb veio comprovar que estamos na direção certa”, disse a diretora no Instituto de Educação, Elaine Bestana Gimenes

Segundo ela, a implantação da Prova Paraná, pela Secretaria de Estado da Educação, também colaborou com esse processo. “Depois da realização das avaliações, havia uma retomada do trabalho dos conteúdos em sala de aula pelos professores, dando ênfase aos erros e dificuldades apresentadas. A adesão ao Projeto Mais Aprendizagem, da SEED, proporcionou a oportunidade aos alunos com mais dificuldades a terem reforço em contraturno nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática”, explica.

A diretora acrescentou o acompanhamento do Núcleo Regional de Educação nas atividades realizadas no colégio e a implantação do projeto de leitura “Vamos Ler”.

“Uma vez por semana, em dias alternados, os alunos paravam suas atividades normais durante uma aula, para ler textos das diversas disciplinas com informações específicas, textos indicados pelos professores, pelas pedagogas e reproduzidos pelo colégio, realizando um trabalho interdisciplinar”, destacou Elaine.

No dia da prova do Ideb, de acordo com a diretora, houve a presença de, aproximadamente, 98% dos alunos, através de incentivo e comprometimento. “Na realidade, é um trabalho diário realizado por todos os envolvidos no colégio, que atingiu o objetivo proposto, a melhoria de aprendizagem de nossos alunos. Acreditamos que o Ideb veio comprovar que estamos na direção certa, agora é dar continuidade ao trabalho iniciado, buscando sempre novas formas de aprendizagem para proporcionar aos nossos alunos um ensino de qualidade”, concluiu a diretora do Instituto de Educação.

No que tange à avaliação do 3.º ano do Ensino Médio, as escolas de Paranaguá tiveram a nota 3.8, atingindo a meta de 3.4 projetada para 2019. O resultado da avaliação de todas as escolas pode ser consultado no link: http://ideb.inep.gov.br/resultado/