conecte-se conosco

Editorial

Vacinação contra a Covid-19 para crianças segue no Paraná

Assim como já salvou a vida de muitos adultos e idosos, as doses são benéficas também para as crianças

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou, na quarta-feira, 2, o levantamento de aplicação de vacinas contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos. A campanha já levou muitos pais a procurarem pelas doses contra a doença que também pode afetar crianças e deixar sequelas. Com o número total de aplicações, estima-se que o Paraná tenha atingido cerca de 12,4% da população dessa faixa etária em cerca de duas semanas. Somente em Paranaguá, 9.020 pessoas de 5 a 17 anos foram vacinadas até o dia 26 de janeiro.

Desde o início da pandemia, muito se falou sobre os riscos que a infecção causa, especialmente, para idosos ou pessoas com alguma comorbidade como diabetes, câncer, pressão alta, entre outras. Com o passar dos meses e com as descobertas dos pesquisadores, percebeu-se que a doença se comportou de maneira diferente em cada indivíduo, além de fazer vítimas que eram consideradas pessoas saudáveis. As crianças, no entanto, a princípio, eram vistas mais como transmissoras da doença do que como um público com risco de internações e óbitos.

Hoje, já se sabe que não é bem assim. Este público também pode sofrer com as complicações da Covid-19 e precisa de cuidados para evitar a contaminação. Por isso, a vacinação se torna tão necessária para todos os cidadãos. Assim como já salvou a vida de muitos adultos e idosos, as doses são benéficas também para as crianças.

Para que a doença seja controlada é imprescindível que a vacinação seja levada a sério pelos municípios, o que já tem sido realizado com a disponibilidade ágil das doses. Assim como pelos pais, que se estiverem conscientes sobre a eficácia das vacinas e do seu papel, pode contribuir para que a campanha avance ainda mais em prol da proteção do público infantil e pelo controle da pandemia.