Connect with us

Editorial

Urgência para manutenção da vida e início da vacinação contra a Covid-19 no Paraná

A logística pronta para o início da vacinação é só mais uma confirmação de que o Governo do Estado tratou a pandemia da Covid-19 com seriedade e respeito aos preceitos científicos

Publicado

em

Urgência para manutenção da vida e início da vacinação contra a Covid-19 no Paraná

A manutenção da vida é prioridade e deve ser tratada com urgência. Esta frase se aplica para a realidade enfrentada por todos nós diante da pandemia da Covid-19. Vidas continuam a ser ceifadas continuamente no Paraná e no litoral em decorrência do Coronavírus, entretanto a vacina traz uma esperança de que este pesadelo tenha fim. Para isso, o Governo do Estado está tratando com seriedade a logística para que, assim que chegue o imunizante aprovado pela Anvisa e repassado pelo Governo Federal seja distribuído aos 399 municípios paranaenses, inclusive os sete litorâneos.

Segundo o Estado, três aviões e um helicóptero, assim como uma frota de caminhões, estão prontos para agilizar o transporte das vacinas contra a Covid-19 para todo o Paraná. A intenção é imunizar o mais rápido possível os paranaenses. Isso ocorre em meio a um aumento de casos no Estado, no litoral e no Brasil, algo que reforça a urgência para que o imunizante chegue aos locais de aplicação.

No contexto em que ainda há ausência da vacina e desdém às medidas de prevenção observadas há meses na região, o que se viu no litoral paranaense foi o aumento de casos, conforme matéria divulgada pela Folha do Litoral News que apontou acréscimo de 40% nos registros da enfermidade na região no último mês. Tudo isso ocorre em plena temporada de verão, quando pessoas preferem ignorar o óbvio e desdenhar da máscara, do distanciamento e da higienização. 

O Governo do Paraná jamais foi relapso com a pandemia, desde o seu início foram contínuas as entrevistas do secretário de Saúde, Beto Preto, e do governador Ratinho Júnior, pedindo colaboração dos cidadãos com as medidas de prevenção, bem como demonstrando investimentos contínuos em testagem, leitos e estrutura para atendimento preventivo e intensivo. A logística pronta para o início da vacinação é só mais uma confirmação de que o Governo do Estado tratou a pandemia da Covid-19 com seriedade e respeito aos preceitos científicos epidemiológicos. 

Leia também: Educação estadual se adapta e enfrenta a pandemia com responsabilidade