conecte-se conosco

Editorial

R$ 11 milhões para a saúde no litoral

Publicado

em

editorial

Na última semana, o Governo do Estado do Paraná anunciou o repasse de recursos para obras importantes com atenção para a área materno infantil. Paranaguá está entre os municípios priorizados pelo Estado por ter o atendimento à saúde como referência na região. É para o Hospital Regional do Litoral (HRL) que se destinam os pacientes com complicações que não podem ser tratadas nos hospitais menores dos demais municípios. Com isso, vítimas de acidentes e pacientes com quadros mais agravados de Covid-19, por exemplo, precisam ser encaminhados para o HRL.

O investimento anunciado pelo Estado para Paranaguá visa fortalecer ainda mais esse atendimento com a reforma da maternidade anexa ao hospital, assim como a criação de um Ambulatório Médico de Especialidades no prédio da antiga Santa Casa. A soma do aporte financeiro deve passar dos R$ 11 milhões para que esses locais ociosos voltem a ser úteis em prol da qualidade de vida da população. 

A maternidade irá suprir uma carência observada no hospital, que terá um espaço exclusivo para as gestantes, mães e bebês. Podendo, inclusive, ampliar os projetos já existentes de incentivo a amamentação e acolhimento das famílias. Anos atrás também se cogitou a criação de um banco de leite no espaço, já que o litoral ainda não possui um local que oferte a coleta, processamento, controle de qualidade e armazenagem de leite materno que pode ser destinado a bebês prematuros de baixo peso ou que não podem ser alimentados diretamente pelas próprias mães.

O que se espera com os anúncios desses investimentos é que tais obras realmente saiam do papel e se tornem realidade o quanto antes possível para que a população possa ter um serviço em saúde condizente com as suas necessidades mais perto de casa.