conecte-se conosco

Editorial

Projeto Marco Zero e o esforço para recuperação de prédios históricos

A catedral é a casa da padroeira de Paranaguá, Nossa Senhora do Rosário, a primeira edificação católica construída no Paraná e uma das mais antigas do País

Publicado

em

editorial

Recentemente, foi anunciado um projeto que pode ser transformador para a Catedral Diocesana Nossa Senhora do Rosário, em Paranaguá. A construção da igreja data de 1578, o que implica em dificuldades para realizar a sua manutenção e continuar funcionando para a comunidade. O espaço é tombado pelo Patrimônio Histórico e Cultural e, com isso, necessita de uma obra de restauro para manter viva suas características originais. 

Esse desafio de reformar a igreja que foi fundamental para a formação do centro histórico no município foi assumido pelo pároco da catedral, o padre Emerson Zella, e um grupo formado por um consórcio, através do Projeto Marco Zero. Mais detalhes sobre a iniciativa podem ser conhecidos nesta edição da Folha do Litoral News.

Nesse processo há arquitetos, curadores e outros profissionais envolvidos, com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo para devolver à igreja a modernização que merece e precisa sem perder seu aspecto original. Tudo isso pode fortalecer algo já muito falado em Paranaguá, o potencial do turismo religioso, com suas igrejas históricas, além do Santuário de Nossa Senhora do Rocio.

A catedral é a casa da padroeira de Paranaguá, Nossa Senhora do Rosário, a primeira edificação católica construída no Paraná e uma das mais antigas do País. Por isso, o local precisava de um olhar mais atento das autoridades e da comunidade para as necessidades e para procurar alternativas viáveis que possam recuperá-la.

Para que o restauro saia do papel, o projeto conta com a participação da população, que já pode colaborar através da doação do Imposto de Renda. Espera-se que todos estejam envolvidos na causa para reforçar a posição que a catedral tem para o Estado e para o País, no seu aspecto histórico, cultural e religioso.

Continuar lendo
Publicidade