Connect with us

Editorial

Páscoa: é tempo de renovar as esperanças

Cristo morreu e ressuscitou para dar vida nova

Publicado

em

Neste ano, a Páscoa será celebrada em meio a pandemia do novo Coronavírus. O feriado religioso que recorda a morte e a ressurreição de Jesus Cristo objetiva trazer para a sociedade a reflexão sobre justiça, fraternidade, amor e união. Isolados dentro de suas casas, muitos cidadãos já podem ter feito alguma reflexão sobre o momento atual, suas escolhas diárias e o tempo que dedica a família. Muita coisa mudou em tão pouco tempo para combater um inimigo invisível, que tem vitimado tantas pessoas em todo o mundo.

A Páscoa desta vez exigirá dos cristãos mais criatividade para lidar com a distância dos familiares e a aliada para isso deve ser novamente a tecnologia. Esta que já tem feito companhia para os indivíduos que estão isolados será mais uma vez uma ferramenta para deixar quem está distante fisicamente um pouco mais próximo e celebrar, de uma forma diferente, essa data tão simbólica e cheia de significados.

Para quem não deixa de realizar os rituais religiosos, terá que se acostumar com as procissões virtuais, as missas televisionadas e as orações individuais. Mas, apesar de todas essas mudanças, esse momento chama a atenção para um significado ainda maior. A união das famílias proposta neste período nunca foi tão relevante nos últimos anos. Como a Folha do Litoral News traz na edição de hoje, é preciso encontrar meios de prosseguir com a tradição da Páscoa mesmo em um contexto turbulento como o de agora.

Os países se compadecem uns pelos outros pelas batalhas perdidas e a sociedade se une em busca de um bem maior que é a preservação de vidas. Essa é a lição que se pode tirar desse período histórico de pandemia. Cristo morreu e ressuscitou para dar vida nova e a Páscoa mostra que a caminhada deve continuar para combater essa doença e renovar as esperanças.