conecte-se conosco

Editorial

Mais rigor para entrar no País

Publicado

em

Nesta semana, o Governo Federal anunciou que todas as pessoas que ainda não foram imunizadas contra a Covid-19 e forem entrar no País precisarão fazer quarentena de cinco dias na cidade de destino. A medida enfatiza os cuidados solicitados por parte da população e autoridades da área que acreditam que é preciso mais zelo e rigor para que a doença e a até mesmo a variante Omicrom não avance em solo brasileiro.

Dessa forma, a partir de sábado, 11, a medida já  começa a valer para quem chega de avião. Para aqueles que adentram o País por via terrestre também há algumas exigências, de acordo com as informações divulgadas pelo Governo Federal.

A determinação se faz necessária principalmente neste período em que a movimentação de pessoas aumenta consideravelmente nos aeroportos e rodoviárias. Além disso, com mais pessoas circulando, é essencial que não seja descartado o uso de máscaras e que a higiene das mãos e das superfícies ainda seja incentivada.

Índices nacionais recentes mostram que o Brasil segue com a média móvel abaixo de 200, uma queda de 16% dos casos registrados nos últimos 14 dias. O número de óbitos, assim como o de casos confirmados, segue em queda, mas ainda é necessária uma atenção dos órgãos de saúde e da própria sociedade que tem que estar consciente sobre a atual situação da doença e sobre o que ainda precisa ser feito para evitar mais mortes. Baixar a guarda não é a melhor atitude a se tomar no momento. 

A força tarefa para vacinar a população tem alcançado resultados positivos, o que transparece nos últimos dados divulgados. Que a medida adotada com relação às fronteiras com exigência de vacina, teste negativo e quarentena, quando necessário, sejam capazes de trazer mais segurança  sanitária para o País