conecte-se conosco

Editorial

Histórias de pais parnanguaras que nos trazem amor e esperança

A paternidade se desempenha com carinho, responsabilidade, amor e respeito. Muito se diz que mais do que colocar o filho no mundo, para ser pai necessário é criá-lo e amá-lo, sob todas as circunstâncias

Publicado

em

editorial

Na edição deste final de semana da Folha do Litoral News, além de trazermos notícias importantes de toda a região, procuramos focar também um pouco de leveza e esperança com conteúdos jornalísticos para celebrar o Dia dos Pais que acontecerá no domingo, 14. A paternidade se desempenha com carinho, responsabilidade, amor e respeito. Muito se diz que mais do que colocar o filho no mundo, para ser pai necessário é criar e amar os filhos sob todas as circunstâncias. 

Parnanguaras nos demonstram que o ofício de pai é uma dádiva, um ofício e uma enorme responsabilidade. Uma das matérias traz a história do médico pediatra, Jhonatan Aredes, que fala da sua relação de proximidade e amor com o seu filho Otto, de apenas sete meses, junto à mãe Fernanda. O médico, que é também super-herói, ficou conhecido nacionalmente por vestir roupas de personagens dos quadrinhos para atender o público infantil na rede municipal de saúde. Mal sabia ele que iria acumular funções de herói, sendo, além de médico, pai. Com o filho, o profissional da saúde frisa o desafio em conciliar a rotina intensa profissional com a paternidade em casa, frisando que ser pai é ser presente.

Outra linda história é de Lucas França, que demonstrou que ser pai não é apenas ajudar a mãe, mas sim dividir responsabilidades e cuidados no dia-a-dia, afinal de contas, vivemos em um mundo que respira e precisa de uma igualdade de gênero, isso também se reflete na paternidade dentro dos lares. Ele cuida do seu filho Joaquim, junto à esposa e mãe Maisy, destacando o amor e honra em ser pai, bem como dificuldades e responsabilidade, reforçando que Joaquim, desde a barriga da mãe, já divide com a família o amor ao Rio Branco Sport Club, time que também possui relação íntima com a história de amor de Lucas e Maisy.

O Dia dos Pais é uma data a ser celebrada em família. O domingo, 14, será de churrasco, almoços, cafés e jantares em diversas residências de Paranaguá e do litoral, devendo todos aqueles que possuem o privilégio de ter um pai vivo e presente, agradecerem e prestigiarem a sua existência, com amor e zelo. Aos que não possuem os pais vivos, a data é também de reflexão, mas de certeza que o amor paternal jamais deixa de existir, é imortal. Feliz dia dos pais!

plugins premium WordPress