Connect with us

Editorial

Gripe: é tempo de prevenção

A campanha de vacinação contra a Influenza continua no Brasil e este ano percebe-se uma procura mais acentuada pelas doses por parte da população.

Publicado

em

A campanha de vacinação contra a Influenza continua no Brasil e este ano percebe-se uma procura mais acentuada pelas doses por parte da população. Na primeira fase da campanha, de acordo com dados repassados pelas autoridades da saúde do País, contabilizando até o final de abril, cerca de 91% dos idosos receberam a imunização.

Agora, é a hora de outros grupos que compõem o público-alvo se dirigirem às unidades de saúde para se vacinar e se prevenir da gripe e suas consequências que podem ser graves. A segunda fase da campanha abrange, entre outros, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo, pessoas com doenças crônicas e população indígena.

É importante que a população entenda que a vacina contra a gripe não traz imunidade contra o Coronavírus, mas pode se tornar um importante aliado no combate a esta doença que vem amedrontando a população mundial, pois ao se evitar o contágio por gripe automaticamente se diminui a ida a unidades básicas de saúde, clínicas e hospitais, auxiliando em uma importante medida: o isolamento social, o qual impede a aglomeração. É necessário, neste momento, que todas as pessoas que podem fiquem verdadeiramente em casa, em isolamento social, a fim de que o vírus possa ser controlado.

Outro fator importante para o combate ao Coronavírus por meio da vacinação contra a gripe é em relação ao diagnóstico, pois não se pode esquecer que os sintomas da Covid-19 e da gripe são bastante semelhantes, o que atrapalha e muito no momento de diagnosticar, assim ao se evitar a gripe, consegue-se uma melhora significativa no diagnóstico, auxiliando as ações médicas.

Além disso, sem contrair a gripe a imunidade tende a ser beneficiada, o que é fundamental neste momento de crise mundial na saúde.

Portanto, é tempo de cuidados extras para com a saúde e um passo importante é a ida às unidades de saúde ou postos descentralizados para se imunizar contra a influenza.

Povo parnanguara, faça a sua parte e não esqueça: fique em casa sempre que possível!