conecte-se conosco

Editorial

Covid-19: vacinação das crianças e a queda do número de casos

Publicado

em

editorial

O Governo do Paraná anunciou que recebeu na terça-feira, 5, mais 111.100 vacinas contra a Covid-19, sendo grande parte delas  direcionadas para crianças de 5 a 11 anos. As doses serão  encaminhadas para as regionais de saúde e chegarão a todos os municípios paranaenses para a imunização deste público. 

A vacinação de crianças dessa faixa etária já se mostrou segura e eficaz. Apesar de toda polêmica envolvendo o tema, é fundamental seguir as recomendações dos pesquisadores e órgãos de saúde para a proteção individual e coletiva.  

Nos últimos anos foram registradas quedas significativas na cobertura vacinal do público infantil com doses que há anos são disponibilizadas pelo SUS e que, com o tempo, passaram a ser dispensadas por alguns pais. Muitas doenças já foram erradicadas graças a essas doses, por isso, a exemplo do que acontece hoje com a Covid-19, é importante não ignorar esse imunizante que tem salvado vidas em todo o mundo. 

O Paraná, de acordo com um balanço da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mostra que os casos confirmados de Covid-19 caíram 82,6% em março de 2022 no Estado em relação a fevereiro, de 308.300 para 53.500 casos. O número de óbitos também teve uma queda significativa, de 66,5%.

Esses números revelam o resultado esperado com a ampla vacinação da população. Os dados também permitiram autorizar a circulação de pessoas sem máscaras em ambientes abertos e fechados recentemente. Os pais que levam os filhos para tomar a vacina se preocupam com o bem estar deles e acreditam na ciência 

A pandemia não acabou, mas a ciência tem mostrado o caminho para lidar com a doença e poupar vidas. E isso inclui o cuidado e a proteção das crianças que também podem ser expostas ao vírus.