conecte-se conosco

Editorial

Alerta para o avanço dos casos graves de gripe

Publicado

em

Uma doença que já é velha conhecida da população e dos órgãos de saúde tem causado um alerta. A gripe voltou a acometer mais pessoas neste ano e tem se espalhado pelos Estados brasileiros, evidenciando uma necessidade urgente de chamar a atenção da sociedade para a importância da vacina anual e para as outras formas de prevenção.

O Rio de Janeiro já registrou cinco mortes e mais de 20 mil casos, de acordo com dados divulgados no último fim de semana. Em 2020 foi apenas uma morte e, em 2019, duas. Por isso, o fato alarmou as autoridades de saúde e destacou os baixos índices de cobertura vacinal contra a gripe observados neste ano.

Muitos tomaram a dose contra a Covid-19, e fizeram o correto tendo em vista o alto número de incidência da doença, a situação pandêmica e a taxa de mortalidade, mas se esqueceram da dose da gripe. Apesar de comum pela disponibilização anual dos imunizantes no Brasil, de forma gratuita, ela não teve a adesão esperada.

Agora, cabe a cada cidadão, especialmente aqueles mais suscetíveis a desenvolver a forma mais grave da gripe, como idosos e pessoas com comorbidades, procurar o imunizante. Em Paranaguá, o mesmo ainda está disponível nas unidades básicas de saúde e na Estação Ferroviária, em uma ação paralela à vacinação contra a Covid-19.

Cabe neste momento também a reflexão sobre os cuidados básicos para prevenir ambas as doenças. Usar máscara, fazer a higiene frequente das mãos e evitar aglomerações são alguns dos meios para evitar não só uma doença, mas as duas. Por isso, se alguém ainda tinha dúvida sobre a utilização das máscaras, com o avanço dos casos graves de gripe, não há mais argumentos para deixar o acessório de lado.