conecte-se conosco

Editorial

Estradas exigem cuidados e atenção redobrada dos motoristas

O movimento na BR-277, que liga o litoral do Paraná a capital, tende a ser alto nos próximos dias. Em 2019, por exemplo, 190 mil veículos circularam pela região durante o Natal

Publicado

em

Desde o dia 28 de novembro, com o fim dos contratos do Paraná com as concessionárias que administravam as rodovias do Anel de Integração, os motoristas que trafegam por vários pontos no Estado deixaram de pagar o valor dos pedágios. Com a extinção da cobrança, as estradas ficaram sem manutenção, algo que tem sido suprido pelo Governo do Estado por meio da contratação desses serviços de conservação, como traz de forma mais detalhada a edição de hoje da Folha do Litoral News.

Apesar de haver esforços para manter as rodovias em condições seguras para o tráfego, é fundamental que os motoristas que passarem por essas vias durante as viagens de fim de ano estejam atentos a este e vários outros fatores. Não apenas a atenção deve ser redobrada quanto às condições da pista, como também é importante ter em mãos o contato de seguro do veículo e outros de emergência, assim como sempre respeitar a sinalização.

No caso de panes mecânicas, pneus furados e falta de combustível, a responsabilidade é dos motoristas. Por isso, a Polícia Rodoviária Federal tem orientado sobre os procedimentos de sinalização nestes casos para evitar acidentes.

O movimento na BR-277, que liga o litoral do Paraná a capital, tende a ser alto nos próximos dias. Em 2019, por exemplo, 190 mil veículos circularam pela região durante o Natal. As principais causas dos acidentes foram desatenção, excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas, ingestão de álcool, desobediência à sinalização e animais na pista. Ou seja, situações que poderiam ter sido evitadas. Essas informações só comprovam que, neste fim de ano, é imprescindível que os motoristas estejam ainda mais atentos e contribuam para um trânsito mais seguro.