Connect with us

Direito & Justiça

TCE-PR cria robô para analisar pedidos de registro de aposentadorias e pensões

Objetivo é tornar mais ágil o processo de exame e registro dos Requerimentos de Análise Técnica

Publicado

em

Com o objetivo de tornar mais ágil o processo de exame e registro dos Requerimentos de Análise Técnica (RATs) de aposentadorias e pensões concedidas por seus jurisdicionados, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) criou um robô para realizar a vistoria inicial dos documentos de forma totalmente automatizada.

A ferramenta, concebida e desenvolvida, em sua maior parte, por servidoras do órgão de controle, foi batizada com o nome feminino “Ada”, que, além de corresponder à sigla para o termo técnico “Analisadora e Diligenciadora Automática”, faz referência à matemática britânica Ada Lovelace (1815-1852), responsável por escrever o primeiro algoritmo do mundo.

Automatização

Caso “Ada” identifique alguma irregularidade no RAT, ela envia, por meio do Sistema Gerenciador de Acompanhamento (SGA) do Tribunal, um Apontamento Preliminar de Acompanhamento (APA) à entidade responsável pelo documento, a fim de noticiar a ocorrência.

Do contrário, o requerimento é encaminhado automaticamente para compor lista de homologação de benefícios, a qual, após ser assinada pelo presidente da Corte, possibilita o registro do ato. Um guia de orientações aos jurisdicionados sobre a sistemática relacionada aos RATs pode ser encontrado no site do TCE-PR.

Em 2020, já foram realizadas 12.415 análises por meio do novo sistema. Dessas, 10.760 resultaram em aposentadorias e pensões aprovadas e encaminhadas para registro. Por sua vez, foram detectadas impropriedades em 1.655 processos. As diligências feitas junto às entidades responsáveis nesses casos estão sendo efetuadas aos poucos, a fim de evitar uma sobrecarga nos órgãos jurisdicionados.

Segurança

Para conferir segurança às análises, são adotadas medidas paralelas, como a validação prévia de cargos e verbas cadastrados pelo jurisdicionado no Sistema Integrado de Atos de Pessoal (Siap) do TCE-PR. Assim, apenas RATs cujos cargos e verbas tenham sido analisados anteriormente de forma manual podem ser submetidos ao exame automatizado.

Por outro lado, um determinado percentual dos requerimentos enviados individualmente por entidade é separado para ser vistoriado por um servidor da Corte. Assim, com essa amostra de segurança, a qualidade das análises realizadas por “Ada” fica garantida.

Vantagens

A robô Ada é fruto de um projeto iniciado ainda em 2016 por uma equipe multidisciplinar composta por servidores da Coordenadoria-Geral de Fiscalização (CGF), Coordenadoria de Acompanhamento de Atos de Gestão (CAGE) e Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) do TCE-PR.

Para a analista de controle Suzana Aparecida de Oliveira, da CAGE, essa nova forma de analisar as concessões de aposentadorias e pensões demonstra o papel de vanguarda desempenhado pelo Tribunal na adoção de soluções inovadoras para proporcionar a prestação de serviços públicos de qualidade.

“Além de tornar o trabalho mais rápido, o uso da ‘Ada’ trará menor risco de divergências na conclusão sobre a legalidade desses atos de pessoal, contribuindo ainda para a redução dos custos gerados com a alocação de servidores para desempenhar tarefas relativas à emissão de documentos, publicação de despachos e controle de prazos”, explica ela.

Oportunidade de correção

Instituído pela Instrução Normativa n.º 122/2016, o APA é uma oportunidade concedida pelo TCE-PR aos gestores para corrigir falhas verificadas pelo órgão na fiscalização preventiva, sem que seja necessária a abertura de processo administrativo, cujo trâmite é mais demorado e custoso.

Quando os administradores não corrigem as falhas apontadas, ficam sujeitos à Tomada de Contas Extraordinária. Nesse caso, a Lei Orgânica do TCE-PR (Lei Complementar Estadual n.º 113/2005) prevê a aplicação de multas administrativas, fixas e proporcionais ao valor do dano ao patrimônio público, devolução dos recursos e outras sanções.

Fonte: TCE-PR

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.