Connect with us

Direito & Justiça

Nota Pública – Juiz Lincon Rafael Horacio

Amapar vem a público repudiar os ataques à honra e à imagem do Juiz Substituto Lincon Rafael Horacio.

Publicado

em

A ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO PARANÁ – AMAPAR –, entidade que congrega os magistrados em exercício e aposentados do Estado do Paraná, vem a público repudiar os ataques à honra e à imagem do Juiz Substituto Lincon Rafael Horacio, da 32.ª Seção Judiciária do Estado do Paraná, perpetradas pelo advogado Adolfo Luis Gois.

Não se desconhece a importância da figura do advogado para a Administração da Justiça. Todavia, é inadmissível o comportamento de profissional da advocacia que atinge a honra e a imagem de magistrados no exercício de função pública.

O Advogado Adolfo Luis Gois, infelizmente, de forma sistemática, tem atacado a honra e a imagem de vários magistrados do Estado do Paraná e, por consequência, da própria magistratura. Inclusive, já houve inúmeros e sucessivos afastamentos voluntários de diversos magistrados da Comarca de Londrina-PR de processos envolvendo o mencionado Advogado, todos motivados por diferentes e injustificadas ofensas proferidas pelo causídico (a incluir xingamentos).

Recentemente, ao ver determinada pretensão não acolhida em juízo, proferiu, por meio de petições, ofensas ao Juiz Substituto Lincon Rafael Horacio, designado pelo Tribunal de Justiça para conduzir determinada ação penal em trâmite na Comarca de Londrina-PR.

Despido do dever de urbanidade e respeito inerentes ao exercício da profissão de advogado, de forma reprovável, resolveu atacar a honra e a imagem do magistrado e da própria magistratura afirmando ser “Juiz Gringo”, “estúpido forasteiro”, “frouxo”, além de inúmeras outras afirmações que possuem o propósito exclusivo de agressão, desconectando-se da ética que é inerente à atuação processual.

No Estado Democrático de Direito, um ataque à figura do Juiz é, sem dúvida, um ataque à sociedade em geral. A magistratura paranaense não irá se intimidar com o comportamento desrespeitoso do advogado citado.

O comportamento do advogado Adolfo Luis Gois não representa a respeitada carreira da advocacia e, portanto, merece repúdio imediato do Poder Judiciário e da sociedade.

Espera-se que a conduta seja devidamente apurada junto ao conselho de classe respectivo, de modo a desestimular comportamentos semelhantes que extrapolam para a prática de crime contra a honra.

Por essas razões, ao tempo em que a magistratura paranaense se solidariza com Juiz Lincon Rafael Horacio, outorgando a ele o seu mais irrestrito apoio, manifesta repúdio às desmesuradas ofensas irrogadas pelo advogado Adolfo Luis Gois.

Curitiba, 5 de maio de 2021.

Juiz Geraldo Dutra de Andrade Neto

Presidente da Associação dos Magistrados do Paraná – AMAPAR

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.