conecte-se conosco

Dia do Trabalho

Paraná chega ao Dia do Trabalhador com saldo positivo de empregos

Paranaguá teve saldo positivo de 523 admissões no primeiro trimestre do ano

Publicado

em

Apesar da pandemia, a cidade de Paranaguá, assim como o Estado do Paraná, em geral, chega ao Dia do Trabalhador com saldo positivo na geração de empregos, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) informados pelo Governo do Estado e pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Assuntos Sindicais. No Paraná, no primeiro trimestre de 2021, enquanto Paranaguá gerou neste mesmo período 523 empregos, segundo o Caged.

“O Paraná fechou o primeiro trimestre entre os cinco Estados que mais abriram vagas formais em 2021, respondendo por 9% de toda a geração de empregos com carteira assinada no País. Foram criados 78.484 postos no período, já considerando os ajustes técnicos realizados pelo Ministério da Economia – 25.351 em janeiro, 41.626 em fevereiro e 11.507 em março. Os números do mês passado foram divulgados na quarta-feira, 28, pelo Caged”, informa o Estado. “Apenas São Paulo (253.460), Minas Gerais (108.109) e Santa Catarina (87.127) tiveram desempenho superior no recorte de 90 dias”, destaca.

“O Paraná mostra mais uma vez a rápida capacidade de recuperação da economia. São três resultados positivos em sequência no ano, com a contratação de quase 80 mil pessoas. O desempenho consolida o Estado como um dos protagonistas na retomada do crescimento do País”, ressalta o governador Carlos Massa Ratinho Júnior. “O empenho de todos no Governo está voltado para a geração de emprego e renda para os paranaenses. Essa é a melhor política social que existe”.

Segundo Ratinho Júnior, o Paraná apresentou mais admissões em nove dos últimos 12 meses. “Tivemos mais de 11 mil carteiras assinadas no mês de maior impacto das medidas restritivas por causa da Covid-19. Esse conjunto de informações mostra que estamos no caminho certo”, comentou o governador. “A expectativa é que os pacotes econômico e social e os investimentos públicos auxiliem o Estado a crescer ainda mais nos próximos meses”, relata.

De acordo com os dados do Caged apontados pelo Estado, o resultado obtido em março é reflexo de 126.517 contratações e 115.010 desligamentos. “Representa um aumento expressivo em relação ao mesmo mês do ano passado, quando os primeiros casos de Coronavírus foram anunciados no Paraná – foram fechadas 25.351 vagas formais naquele mês de 2020. Sozinho, o Estado gerou mais empregos em março do que duas regiões brasileiras: Norte (8.944) e Nordeste (4.790)”, completa a assessoria.

“As vagas abertas neste ano dão continuidade ao desempenho positivo conquistado ao longo de 2020. O Paraná abriu 52.670 vagas de emprego no ano passado, mesmo em um ano marcado pela crise econômica decorrente do Coronavírus. Foi o segundo melhor resultado do País, com apenas 380 contratações a menos do que Santa Catarina. O Estado foi responsável por 36,9% do resultado nacional em 2020, de 142.690 novas vagas”, informa o Governo Estadual.

Segundo a assessoria do Estado, os setores que mais se destacaram em março no Paraná foram o da Indústria Geral (5.572 postos), com maior participação da Indústria de Transformação (5.414), Comércio (2.068), Construção (1.884), Agricultura (1.319) e Serviços (664). “A Indústria da Transformação foi muito bem novamente, o que alavanca outros setores da economia. O comércio, mesmo sofrendo com as restrições em virtude da pandemia, vem se adaptando para manter a geração de emprego”, afirma Suelen Glinski, chefe do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

“Este resultado mantém a boa perspectiva do Governo no cenário da recuperação de empregos. É o esforço coletivo de toda a equipe para incentivar a abertura de novas vagas junto às empresas parceiras, o que se torna efeito da política ativa de estímulos adotada em nossa gestão”, finaliza o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Paranaguá

O Paraná fechou o primeiro trimestre entre os cinco Estados que mais abriram vagas formais em 2021 (Foto : Jonathan Campos / AEN)

Segundo a Prefeitura de Paranaguá, o saldo do município no último ano na área de geração de emprego é positivo. “Foram mais de 350 empregos gerados de fevereiro de 2020 a fevereiro de 2021”, informa a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom). Segundo a assessoria, o município analisa positivamente a geração de emprego e renda, algo ainda mais necessário no período de pandemia. “Estamos conseguindo contratar mesmo com o alto índice de demissões”, informa. 

Outro ponto é uma perspectiva otimista para o cenário pós-pandemia, com retomada da economia. “Estamos otimistas, pois se no período atual conseguimos manter os números, pretendemos superá-los no próximo ano”, finaliza a assessoria.

Segundo dados do Caged, entre janeiro e março de 2021, o saldo de empregos em Paranaguá demonstra um número maior de admissões do que demissões. Ao todo, no primeiro trimestre deste ano, o município gerou 523 empregos, saldo maior que o percebido nos primeiros três meses de 2020, quando a pandemia explodiu e Paranaguá teve saldo positivo em janeiro e fevereiro (106 postos de trabalho), porém contabilizou em março um saldo negativo de 145 demissões. 

Com informações da AEN

Foto: Ilustrativa / Arquivo – Cláudio Neves/Portos do Paraná