conecte-se conosco

Coronavírus

Paranaguá já recebeu 1.122 doses Coronavac e 870 da AstraZeneca

870 doses da AstraZeneca chegaram ao município no domingo, 24 (Foto: AEN)

Publicado

em

Paranaguá já recebeu 1.122 doses Coronavac e 870 da AstraZeneca

Secretaria Municipal de Saúde explica como está ocorrendo a imunização dos grupos prioritários

A vacinação contra a Covid-19 em Paranaguá segue em andamento. Neste momento, está sendo cumprida a imunização dos grupos prioritários, entre eles idosos e trabalhadores em asilos, indígenas aldeados e profissionais da saúde que atuam na linha de frente contra a pandemia. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) da Prefeitura de Paranaguá, as doses da vacina Coronavac, do laboratório Sinovac, produzidas no Brasil em parceria com o Instituto Butantan, estão sendo utilizadas para vacinação de todos do grupo prioritário, enquanto as doses da AstraZeneca, desenvolvidas pela Universidade de Oxford e que terão a parceria com a FioCruz no Brasil para produção, serão aplicadas exclusivamente em profissionais da saúde.

“Até o momento chegaram a Paranaguá 1.122 doses da vacina Coronavac e 870 doses da vacina AstraZeneca”, informa a prefeitura, que recebeu as doses através dos governos do Estado e Federal. O município destaca que segue o que determina os Planos Nacional e Estadual de Vacinação. “Paranaguá preparou seu Programa de Imunização seguindo os critérios desses dois planos. Neste primeiro momento, com o número de doses que chegaram no primeiro lote, já foram vacinados com a vacina Coronavac, idosos e trabalhadores em asilos, indígenas e parte dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19. O lote da AstraZeneca com 870 doses, chegou no domingo, 24, em Paranaguá e é exclusivo para vacinação de profissionais de saúde”, completa.

“A vacinação dará continuidade à aplicação nos profissionais de saúde que atuam linha de frente, ou seja, aquele que tem contato direto com o paciente suspeito ou positivado, seguindo para os demais agentes de saúde respeitando a ordem de vacinação, conforme a prioridade”, informa. A priorização dos grupos foi definida pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 que foi elaborado por representantes de órgãos governamentais e não governamentais como sociedades científicas, por exemplo. “Ele define a estratégia nacional de enfrentamento à Covid-19 e a ordem de vacinação e prioriza os profissionais de saúde em especial aqueles que estão na linha de frente no atendimento aos pacientes suspeitos e positivados, idosos que residem em asilos e indígenas”, complementa.

Profissionais da saúde

Segundo o município, o objetivo é vacinar contra a Covid-19 todos os profissionais de saúde, visto a importância desses trabalhadores para o município. “Contudo, como as doses ainda estão chegando e não há como vacinar a todos de uma só vez, a ordem de aplicação foi estabelecida. Conforme Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde divulgado no domingo, 24, o maior número de profissionais confirmados para a doença no Paraná é formado pela atuação na área de enfermagem com 5.778 e 53 óbitos seguido dos médicos com 1.221 e 31 óbitos”, relata a Semsa.

Controle de quem é vacinado

Outro ponto abordado pela prefeitura é que há um controle de forma a garantir que somente pessoas dos grupos prioritários sejam imunizadas contra a Covid-19. “A Secretaria Municipal de Saúde confeccionou um plano de vacinação, além disso, realizou reunião com representantes dos hospitais, Samu, entre outros órgãos de saúde para debater a distribuição das doses. Cada pessoa que recebe a dose fica registrada no sistema nacional do Ministério da Saúde com nome completo, função e local de atuação. O número de doses que chegam e são aplicadas também entra no sistema. Todas as aplicações são registradas, o que permite prestar contas de cada dose e de quem recebeu a vacina”, informa.

Ainda de acordo com o município, além do Hospital Regional do Litoral (HRL) profissionais que atuam no Hospital Paranaguá, Clínica São Paulo e Instituto do Rim recebem as doses das vacinas contra o Coronavírus, algo que segue lista encaminhada à pasta de Saúde, após as instituições assinarem nota de recebimento. Depois disso, eles realizam a aplicação e informam no sistema do Ministério da Saúde as doses aplicadas. “Os ambientes de saúde municipais contam com equipes do próprio município responsáveis pela vacinação e alimentação do sistema conforme cada dose é aplicada”, explica a Secretaria de Saúde.

Ordem de vacinação

Segundo a prefeitura, a intenção é vacinar o maior número possível de pessoas contra a Covid-19, algo que segue de acordo com os lotes de imunizantes recebidos. “Não é possível vacinar a todos de uma só vez, contudo, a expectativa é que a vacinação ocorra gradativamente para atingir os quatro grupos priorizados”, informa. Saiba quais são esses grupos: 

1.ª Fase por ordem prioritária: instituições de longa permanência para idosos; hospitais de referência ao atendimento da Covid-19; indígenas; outros hospitais e clínicas; e Forças de Segurança.

2.ª Fase por ordem prioritária: idosos com mais de 70 anos com fatores de risco; idosos com 60 a 69 anos com fatores de risco; pessoas com 50 a 59 anos com fatores de risco; pessoas com 40 a 49 anos com fatores de risco, cidadãos com 30 a 39 anos com fatores de risco; moradores com 25 a 29 anos com fatores de risco; pessoas com 20 a 24 anos com fatores de risco; 18 a 20 anos com fatores de risco; e funcionários e população privada de liberdade. (Com agendamento por meio dos agentes comunitários de saúde).

A 3.ª Fase corresponde ao grupo preconizado na fase anterior. Na segunda fase é necessário observar que será por ordem prioritária e por idade de forma decrescente: cardiopatas graves; diabéticos, hipertensos, obesos, portadores de doenças neurológicas, portadores de pneumopatias graves, pessoas com deficiências permanentes e severas, portadores de neoplasias, imunossuprimidos e transplantados e população em situação de rua. (Com prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, exames, prescrições de medicamentos, relatórios médicos emitidos nos últimos 90 dias.

4.ª Fase: profissionais de limpeza pública (agentes e recicladores); profissionais de segurança pública (por idade); motoristas e cobradores (por idade); professores (por idade), taxistas e motoristas de transporte de aplicativos (por idade).

Com informações da Prefeitura de Paranaguá – Secom

Leia também: Litoral do Paraná deverá receber doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19 neste domingo

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.