Connect with us

Ciência e Saúde

Secretaria de Saúde espera alta adesão na segunda fase da vacinação

A secretaria iniciou também a vacinação para moradores nas comunidades marítimas que fazem parte do público alvo da campanha

Publicado

em

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe está em sua segunda fase. Nesta etapa devem ser vacinados caminhoneiros, motoristas de transportes coletivo e trabalhadores portuários, além de doentes crônicos e profissionais das forças de segurança e salvamento, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A Secretaria Municipal de Saúde de Paranaguá iniciou na segunda-feira, 20, a vacinação para moradores nas comunidades marítimas pertencentes ao município de Paranaguá que fazem parte do público alvo da campanha. A iniciativa visa a evitar a necessidade de deslocamento desse público.

Na segunda-feira, 20, a equipe percorreu as comunidades de Teixeira, Europinha e Eufrasina. Na quarta-feira, 22, foi a vez das localidades de Amparo e Piaçaguera. Já na quinta-feira, 23, a equipe esteve em São Miguel e na Ponta de Ubá. Ações itinerantes também têm ocorrido na área portuária. Mais abordagens serão programadas visando ainda outras regiões específicas, como as Colônias do município.

Locais de vacinação

A vacinação também ocorre nas unidades básicas de saúde. A exceção é a unidade de saúde na Serraria do Rocha, que atualmente é a unidade de referência para casos suspeitos de Coronavírus. Os cidadãos que residem nessa área, devem se vacinar na Igreja Católica Santíssimo Redentor.

A Secretaria Municipal de Saúde lembra que a reposição de vacinas contra a gripe ocorre por meio da Secretaria de Estado da Saúde que, por sua vez, recebe as doses do Ministério da Saúde. Todas as vezes que novas doses chegam a Paranaguá, são disponibilizadas nas unidades básicas.

A secretária municipal de Saúde de Paranaguá, Lígia Regina de Campos Cordeiro, acredita que esta segunda fase terá uma boa adesão. “A campanha de vacinação contra a gripe segue até dia 22 de maio. Na primeira fase tivemos uma adesão positiva e acreditamos que nesta segunda etapa não será diferente. A terceira fase inicia no dia 9, é voltada para pessoas com deficiência, professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto e pessoas acima de 55 anos”, enfatiza Lígia.

Para tomar a vacina é preciso levar documento de Identidade, Cartão SUS e, no caso de doença crônica, uma prescrição/receita médica e, se possível, a carteira de vacinação.

Campanha

Neste ano, o Ministério da Saúde mudou o início da campanha contra influenza, de abril para março, para proteger de forma antecipada os grupos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe.  Devido à circulação do Coronavírus no País, cada Estado e município tem buscado estratégias para diminuir concentração de pessoas, em especial nos serviços de saúde. Esta vacina não protege contra o Coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, o que auxilia na exclusão de diagnósticos.

Foto: Prefeitura de Paranaguá