Connect with us

Ciência e Saúde

Doador de sangue e medula óssea destaca importância do ato para salvar vidas

“Como foi a minha primeira doação de sangue, também senti no coração de me inscrever ao banco de dados para doação de medula óssea”, relata Vinicius (Foto: Facebook)

Publicado

em

Doador de sangue e medula óssea destaca importância do ato para salvar vidas

Vinicius Araujo doou sangue pela primeira vez e se inscreveu no banco de dados para doação de medula

A doação de sangue e de medula óssea é algo importante para a saúde coletiva e individual, sendo um ato de amor ao próximo, o qual salva vidas, algo relatado constantemente em matérias junto ao Hemepar Paranaguá. Entretanto, nesta semana, para sanar dúvidas e ampliar as informações sobre esta rede de solidariedade, a Folha do Litoral News entrou em contato com um doador de sangue e de medula óssea de “primeira viagem” para saber como funciona, na prática, o ato, desde o interesse, com posterior agendamento, cadastro e doação. 

Vinicius Araujo de Oliveira, de 25 anos, operador de produção, é conhecido pelas suas imagens únicas de Paranaguá nas redes sociais, entretanto, na última semana, uma fotografia dele em sua primeira doação repercutiu tanto quanto suas transmissões de voos de drone pela cidade. “Meu pai e meu irmão já são doadores de sangue, eu já sentia vontade de doar também, mas alguma coisa me impedia. Um pouco era medo, mas, sabendo da importância de salvar vidas e que alguém está precisando, senti uma vontade mais forte de ir fazer a doação”, relata.

Segundo ele, neste momento de pandemia da Covid-19 e distanciamento social, a primeira ação dele foi entrar em contato com o Hemepar. “Fiz isso pelo telefone (41) 3420-6663 e a atendente pediu para que eu entrasse em contato pelo mesmo número no WhatsApp para agendar a doação”, explica. “O cadastro é simples, com cadastramento de documentos, posteriormente é feita toda a triagem necessária e consulta médica antes de você fazer a doação”, complementa.

Primeiro ato e cadastro para doação de medula óssea

“Como foi a minha primeira doação de sangue, também senti no coração de me inscrever no banco de dados para doação de medula óssea, foi feita uma coleta separada para o procedimento. Meus dados devem estar sempre atualizados, para que em caso de meu DNA for compatível com alguém, eu possa ser chamado para fazer a doação”, afirma Vinicius, demonstrando como funciona a primeira etapa para doação não só de sangue, como também de medula óssea. “É importante ressaltar que há uma assistente social para tirar todas as dúvidas necessárias para quem se candidatar à doação de medula óssea”, relata.

“Com autorização da enfermeira responsável, tirei uma foto do ato da doação e postei no Facebook, para incentivar outras pessoas a fazerem esse gesto de amor ao próximo, e posso afirmar que é tudo muito seguro. Só o fato de você ter saúde e saber que estará abençoando vidas te deixa ainda mais grato pela graça de viver! Seja doador”, finaliza.

Leia também: Doença causada pelo Aedes aegypti mata mais uma pessoa no Paraná