conecte-se conosco

Cidadania

Secretaria de Assistência Social realiza diversos serviços gratuitos no Jardim Araçá

Evento ocorreu no Colégio Estadual Maria Lourdes Rodrigues Morozowski

Publicado

em

Na sexta-feira, 29, a Prefeitura de Paranaguá, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), realizou mais uma edição do evento E-Social, que tem como objetivo levar diversos serviços para a população de Paranaguá. Desta vez, o bairro contemplado foi o Jardim Araçá.

As ações ocorreram das 8h às 16h na quadra esportiva do Colégio Estadual Maria Lourdes Rodrigues Morozowski, localizado na Rua Washington Luiz n.° 181 – Jardim Araçá. Todos os serviços são gratuitos.

“Essa ação social que a gente vem trazendo para as comunidades é muito importante porque a pandemia nos provocou muitos atrasos em cadastros, recadastramentos, muitas pessoas perderam o Auxílio Brasil e outras vantagens que tinham por conta da pandemia. Nesse momento a gente aproxima os serviços da prefeitura e de outras secretarias, também com alguns parceiros como a Portos do Paraná, Global Saúde, Sesc, e traz até a população. Então, a gente desloca todos os serviços até o bairro, onde as pessoas têm um acesso facilitado”, explicou a secretária municipal de Assistência Social, Ana Paula Falanga.

Na oportunidade foram ofertados credenciamento para castração e animais, atendimento veterinário, divulgação de vagas de emprego, orientações sobre cadastro de matrículas para a educação infantil e jovens adultos, aplicações de vacinas da gripe e Covid-19, atendimento odontológico, informações e exposições da Secretaria de Cultura e Turismo, consultoria jurídica, cadastro e atualização do CadÚnico, auxílio Brasil e orientações sobre os benefícios da assistência social, corte de cabelo gratuito, serviços da Cagepar, serviços da Paranaguá Saneamento e protocolos para solicitação de podas de árvores e serviços em geral.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Ana Paula Falanga, há um cronograma para que o E-Social seja realizado mensalmente até o fim do ano. “Nós temos um cronograma até o fim do ano, para ocorrer de forma mensal e precisa ser uma ação descentralizada para alcançarmos todos os públicos e pontos da cidade. Então, provavelmente em maio estaremos levando este evento para a Ilha do Valadares, em uma comunidade que é assistida pelo CAIAS, mas ainda assim precisa de um reforço para a gente levar para eles cadastro e recadastramento”, contou.

A média de atendimento nas edições do E-Social tem sido de 250 a 300 pessoas na ação que buscam alguns dos serviços gratuitos.