conecte-se conosco

Economia

Paraná é um dos poucos Estados a oferecer reajuste a servidores

Governador Carlos Massa Ratinho Júnior durante coletiva de imprensa (Foto: Rodrigo Félix Leal/ANPr)

Publicado

em

Proposta de reposição de 5,09% foi apresentada na quarta-feira, 3, pelo governador Ratinho Júnior

O Paraná é um dos poucos estados brasileiros a oferecer reajuste aos servidores neste ano. A proposta de reposição de 5,09% foi apresentada na quarta-feira, 3, pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior. A medida será oficializada por um projeto de lei encaminhado à Assembleia Legislativa do Paraná, que deve ser apreciado em regime de urgência.

Ratinho Júnior vinha ressaltando a dificuldade em pagar integralmente a data-base aos servidores neste ano em razão do momento econômico que vive o País e da queda na arrecadação. Ele destaca, contudo, que o Estado vive uma fase diferenciada de vários outros que ainda parcelam salários ou ainda nem pagaram o 13.º de 2018.

Após vários estudos, técnicos do governo conseguiram alcançar o índice anunciado. Segundo Ratinho Júnior, esta foi a forma para proteger as contas públicas e não ultrapassar os limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal para o gasto com pessoal.

Em declaração à imprensa, o governador Ratinho Júnior afirmou que o governo chegou no limite do possível e reforçou que a proposição atende a um compromisso de gestão de programar a reposição salarial do funcionalismo, manter o diálogo com as classes e atinge um limite possível diante das dificuldades financeiras do Estado e do País.

“Esse cenário que estamos apresentando é baseado no momento da economia”, afirmou Ratinho Júnior. “Não vamos deixar, em nenhum momento, a saúde financeira, maior ativo do Paraná, de lado. Queremos amenizar a demanda dos servidores e estancar esse déficit que eles têm de governos passados”.

Etapas

A proposta prevê o pagamento em quatro etapas até 2022, sendo 0,5% a partir de outubro deste ano; 1,5% a partir de janeiro de 2020; 1,5% a partir de janeiro de 2021 e 1,5% a partir de janeiro de 2022. Estas duas últimas parcelas ficarão condicionadas ao crescimento mínimo de 6,5% e 7%, respectivamente, da receita corrente líquida em relação ao ano anterior.

O impacto financeiro do reajuste será de R$ 2,1 bilhões aos cofres públicos até 2022. Somada a outras medidas anunciadas por Ratinho Júnior, como a contratação de seis mil novos servidores e manutenção do pagamento de promoções e progressões, o Governo do Estado prevê que o aumento dos gastos com a folha poderá alcançar R$ 4 bilhões.

Benefícios serão mantidos e haverá concursos públicos

Em pronunciamento no Palácio Iguaçu, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior destacou a manutenção do pagamento das promoções e progressões até 2022. A folha de pagamento do Estado já acumula crescimento vegetativo de 2,3% ao ano por conta desse programa, com expectativa de alcançar R$ 1,3 bilhão no período.

Ratinho Júnior também estabeleceu aumentos nos valores do auxílio-alimentação, vale-transporte e o pagamento do piso regional aos servidores que recebem menos. Essas concessões terão impacto estimado de R$ 23,8 milhões apenas em 2019.

Além disso, Ratinho Júnior anunciou que o Estado prepara novos concursos públicos para contratar servidores para diversas áreas da administração estadual, demanda represada de muitos anos e que acarreta em inúmeros problemas em diversas áreas. “Só as contratações de novos servidores somam R$ 200 milhões por ano a mais de gasto com folha do Estado”, disse.

A proposta apresentada pelo governador prevê a contratação de 2.560 policiais militares, 400 policiais civis (incluindo 50 delegados, 50 papiloscopistas e investigadores), 96 peritos e médicos para a Polícia Científica, 1.269 agentes de cadeia para o sistema prisional, 400 profissionais para Secretaria da Saúde, 80 para a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e 988 professores.

Também foram previstos concursos para contratação de servidores para o Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE), que inclui profissionais para a Administração Direta, para o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e para o Teatro Guaíra.

Da Redação ADI-PR Curitiba

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.