conecte-se conosco

Economia

Estados com boa saúde financeira devem ter prioridade, defende Ratinho Júnior

Governador Ratinho Júnior ressaltou que é necessário agilizar financiamentos para projetos de infraestrutura.

Publicado

em

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior participou na terça-feira, 26, em Brasília, da reunião extraordinária do Fórum de Governadores e defendeu que Estados e municípios com boa situação financeira tenham acesso prioritário a recursos federais para investimentos. Ele ressaltou que é necessário agilizar financiamentos para projetos de infraestrutura.
“Os bancos estatais, como Banco do Brasil, Caixa Econômica e o BNDES, deveriam disponibilizar esse recurso de forma mais rápida aos Estados com boa capacidade de endividamento”, disse ele em entrevista à rádio CBN Curitiba. “O Paraná é um dos Estados com melhor saúde financeira do País”, completou.

 

Ministro da Economia, Paulo Guedes, participou do encontro e reforçou o pedido de apoio aos governadores

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participou do encontro e reforçou o pedido de apoio aos governadores para a aprovação da reforma da Previdência. Segundo ele, após este processo a atenção será toda em relação ao apoio federal aos Estados e municípios. Guedes falou que haverá um amplo debate sobre o novo pacto federativo, para redistribuição de recursos arrecadados pela máquina pública, e sobre a repartição de royalties do petróleo.

PRIVILÉGIOS 

“A previdência é um problema que coloca em risco a saúde financeira do País, isso se ainda tiver saúde financeira. Não dá para tapar o sol com a peneira, a previdência tem déficit todos os anos”, afirmou o governador Ratinho Júnior.

Ele salientou que é necessário mostrar à sociedade a importância dessa pauta, reforçando que a reforma vai diminuir privilégios.
“Tem uma casta privilegiada, 1 milhão de pessoas que recebem aposentadoria e ficam com 30% a 40% do bolo que vai para a previdência. As outras 30 milhões dividem 60% a 70%”, disse. “A reforma é importante, foi muito bem estudada e está no Congresso. O governo precisa avançar na sinalização à população de que os privilégios vão acabar”, afirmou.
AEN
Foto: Rodrigo Félix Leal/ANPR

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.