Connect with us

Direito & Justiça

Justiça determina: réu por morte de youtuber vai a júri popular

Everton Vargas foi o responsável pelo tiro que atingiu a youtuber e irá a júri popular (Foto: Divulgação)

Publicado

em

Cleverson Vargas, que conduzia veículo de onde o irmão Everton atirou na youtuber, não irá a júri popular

Na quinta-feira, 14, no dia em que se completou um ano da morte da youtuber Isabelly Cristine Santos, atingida na cabeça por um tiro, em Pontal do Paraná, foi também julgado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) o pedido de habeas corpus para o réu Everton Vargas, que confessou ter atirado contra Isabelly. O TJPR manteve a prisão preventiva de Vargas, bem como julgou admissível a acusação para que ele seja submetido ao Tribunal do Júri e que aguarde seu julgamento em prisão cautelar em decisão da Vara Criminal de Pontal do Paraná por meio de sentença do juiz de Direito, Ricardo Piovesan. 

Segundo a sentença protocolada dos autos N.º 0000665-83.2018.8.16.0189 ficou julgada como admissível a acusação para que Everton Vargas seja submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri em data que ainda será definida. Outra questão foi a decisão de impronunciar, ou seja, afastar do Tribunal do Júri o irmão de Everton, Cleverson Vargas, que dirigia o carro de onde o autor disparou contra o veículo em que Isabelly estava na PR-412 no Balneário Canoas em Pontal do Paraná. Cleverson ficou preso durante 10 meses no ano passado e está solto desde 17 de dezembro de 2018 por ausência de participação no crime e responderá somente por embriaguez ao volante. O Juiz ainda determinou que os familiares da Youtuber fossem informados da decisão. 

“Tratando-se de réu preso por força de prisão cautelar, tendo em conta que ainda se mantêm os fundamentos que possibilitaram a decretação da prisão preventiva, de forma a zelar pela ordem pública e pela aplicação da lei penal, objetivando assim, defender os interesses sociais de segurança, bem como resguardar o resultado em definitivo do presente processo, aliado à gravidade em concreto, mantenho a prisão cautelar de Everton Vargas”, afirma o juiz, na sentença. 

DEFESA DOS IRMÃOS VARGAS SE PRONUNCIA 

A defesa dos irmãos Vargas, feita pelo advogado Cláudio Dalledone Júnior, por meio da sua assessoria, emitiu nota sobre a decisão judicial de manutenção da prisão preventiva de Everton e seu julgamento por Tribunal do Júri, bem como afastamento de Cleverson do caso. “Com a conclusão do processo de investigação da morte da youtuber Isabelly Cristine, a justiça decidiu por impronunciar Cleverson Vargas e ele não irá a júri popular, foi inocentado da acusação de homicídio. Para a defesa, o objetivo foi atingido provando a não participação de Cleverson”, informa a nota.

“A defesa informa que resta ainda a possibilidade de recurso, o que será feito, para retirar alguns excessos acusatórios. A intenção da assistência de acusação foi vencida, já que tanto defesa quanto Ministério Público se posicionaram pela exclusão de responsabilidade criminal quanto ao Cleverson no homicídio”, complementa a nota da defesa do advogado Cláudio Dalledone Júnior. 

Na quinta-feira, 14, no dia em que completou um ano da morte de Isabelly, TJPR determinou manutenção da prisão preventiva de Everton e julgamento pelo Tribunal do Júri  (Foto: Divulgação Facebook)

MÃE DE ISABELLY COMEMORA DECISÃO DA JUSTIÇA

Rosania Domingos Santos, mãe de Isabelly Santos, comemorou a decisão judicial. “Obrigado Deus, imprensa, amigos e família. Foi mais uma vez negado o habeas corpus, o assassino permanece preso até o júri popular. Filha amada, tua justiça nas mãos dos homens está sendo feita. Obrigada aos meus advogados”, destacou ela.

A advogada Thaise Mattar Assad, pertencente à defesa da família de Isabelly, ressaltou a conquista para todos os familiares. “De forma simbólica, além de ter sido proferida a sentença de pronúncia, o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, no julgamento do habeas corpus, decidiu por manter a prisão do acusado Everton. O dia de hoje não é de comemoração, é de luto. Vamos ao plenário do Júri, em busca da justiça”, frisou a advogada.

RELEMBRE O CASO

A youtuber Isabelly Cristine Santos, de 14 anos, muito conhecida na região, foi atingida por um tiro na cabeça, na madrugada de 14 de fevereiro de 2018, em Pontal do Paraná, na PR-412 no Balneário Canoas. Ela voltava de uma entrevista realizada em uma casa noturna no balneário Santa Terezinha junto com a mãe, o motorista e um colega que ajudava nas gravações.

A youtuber chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Regional do Litoral (HRL), mas faleceu no mesmo dia. Os irmãos Vargas foram indiciados pelo crime alguns dias depois, sendo que Everton efetuou o disparo e Cleverson dirigia o carro no qual estavam. Cleverson deixou a prisão em dezembro do ano passado.
 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.