Connect with us

Cultura Viva

Brasil brasileiro

Razões de sobra temos para nos orgulharmos da terra em que vivemos.

Publicado

em

Assisti há alguns anos a dois excelentes programas de televisão em que o tema de ambos foi o Brasil, representado pela autêntica música verde-amarela, porta-voz da terra brasileira, do homem brasileiro e, principalmente, do sentimento brasileiro. E, ouvindo os sambas, as canções compostos com tanta beleza, quer no ritmo, na melodia, quer nos versos, fiquei pensando no que os nossos jovens atualmente estão perdendo ao preferirem a música estrangeira, atordoante, que dançam sem cantar, como se fossem cobras de faquir, que se desenrolam do cesto, seduzidas pelo som e mais nada.

É uma pena que não queiram abrir a sensibilidade para sentirem a ternura de versos que falam de belezas morenas, de praias que acabam onde a vista não pode alcançar; de jangadeiros em aventuras às vezes sem retorno; de marinheiros apaixonados por sereias; de negras e mulatas feiticeiras; de romances impossíveis, de ciúmes… Tudo tão deliciosamente nosso, tão ligado às nossas origens, à nossa formação como povo, com nossas características que nos distinguem de qualquer outro povo do mundo. Razões de sobra temos para nos orgulharmos da terra em que vivemos.

Com toda a grandiosa beleza dada por Deus e a língua que falamos, das mais belas e sonoras dentre todas as demais faladas neste planeta. Ah! Língua Portuguesa que, totalmente, essa mocidade parece desprezar e vive por aí propagando línguas estrangeiras, estupidamente usadas em frases ocas, impressas em camisetas, em calças, nessa traparia toda que os tolinhos vão usando com orgulho, fazendo propaganda de instituições sem qualquer ligação com as suas realidades. Se os sentimentos de amor à Pátria já não brotam espontaneamente nos corações jovens, os mais velhos deveriam criar leis que coibissem esse desapego ao nacionalismo sadio. Afinal esse culto a tudo o que vem de fora, não deixa de ser uma forma de entreguismo, que de maneira alguma se coaduna com quem teve a glória de nascer em terra tão privilegiada.

Continuar lendo