Connect with us

Paraná Produtivo

Turbinas Nordex

A Copel encomendou junto à fabricante alemã Nordex a compra de turbinas para o parque eólico Jandaíra, que será construído pela companhia no Rio Grande do Norte.

Publicado

em

A Copel encomendou junto à fabricante alemã Nordex a compra de turbinas para o parque eólico Jandaíra, que será construído pela companhia no Rio Grande do Norte. O negócio envolve fornecimento e construção de 26 turbinas, em total de 90 megawatts em capacidade, além de um contrato de serviços para as máquinas por prazo de 20 anos, segundo comunicado da Nordex na última quarta-feira, 3. As turbinas eólicas, do modelo AW132/3465, serão produzidas pela Nordex em uma unidade fabril da companhia em Simões Filho, na Bahia. Elas serão montadas sobre torres de concreto de 120 metros, a serem produzidas pela empresa em uma planta local em Areia Branca, também na Bahia. A conclusão do parque eólico de Jandaíra é esperada para 2022.

Cooperativas brasileiras

Ampliar a participação das cooperativas brasileiras no mercado externo. Esse foi o objetivo da reunião entre os presidentes Márcio Lopes de Freitas (Sistema OCB) e Sergio Segovia (Apex Brasil). A celebração de parcerias que explorem o potencial exportador dos produtos made by coop foi um dos pontos altos da videoconferência realizada. OCB e Apex devem formalizar uma parceria que possibilite a troca de informações e dados que embasem a elaboração de uma estratégia de internacionalização dos produtos coop. A partir daí, será elaborado um projeto de qualificação totalmente voltado às cooperativas que querem exportar, mas ainda não sabem como, prevendo, por exemplo, aspectos como elaboração de rótulos, escolha de embalagem, precificação e até os possíveis destinos para onde esses produtos podem chegar. Segundo dados da OCB, em 2019, o número de coops exportadoras cresceu 18% em relação ao ano anterior.

Café Qualidade

A Câmara Setorial do Café do Paraná e a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento divulgaram o novo regulamento do 18.º Concurso Café Qualidade Paraná. O objetivo é valorizar e fortalecer a produção de cafés especiais, na busca de novas oportunidades de negócios para os produtores. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas nas unidades regionais do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar-Emater (IDR-Paraná) até 2 de outubro de 2020. O concurso será realizado em duas categorias: Café Natural (via seca) e Café Cereja Descascado ou Despolpado (via úmida). O julgamento vai acontecer no Centro de Pesquisa em Qualidade do Café do IDR-Paraná em Londrina. A cerimônia de premiação dos vencedores está prevista para o início de novembro.

Safra de trigo

O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, informou, em seu relatório semanal, que o plantio da safra 2020 de trigo do estado atinge 77% da área estimada de 1,090 milhão de hectares, contra 1,028 milhão de hectares em 2019, alta de 6%. Segundo o Deral, 77% das lavouras estão em boas condições 19% em situação média e 4% em condições ruins. As lavouras se dividem entre as fases de germinação (30%), crescimento vegetativo (69%) e floração (1%). A produção deve ficar em 3,537 milhões de toneladas, 65% acima das 2,141 milhões de toneladas colhidas na temporada 2019. A produtividade média é estimada em 3.244 quilos por hectare, acima dos 2.205 quilos por hectare registrados na temporada 2019.

E-book Tendências

O Sistema Fiep acaba de lançar o e-book Tendências 2020. A publicação, que tem periodicidade anual, este ano ganhou uma versão voltada ao cenário da pandemia de Codiv-19. O objetivo é contribuir e inspirar os empresários e profissionais do setor industrial para os próximos meses de trabalho. A publicação do Sistema Fiep aponta 12 grandes tendências para 2020. São elas: Economia de Baixo Contato, Vigilância em Massa, Flexibilização Permanente, Limpeza e Desinfecção Ubíquas, Economia da Ansiedade, Infodemia, Super APPs, Propósito Coletivo, Experiências Aumentadas, Comida Reinventada, Realidade Sintética e Ciber-Resiliência. O e-book pode ser acessado por todos a partir do site da federação www.agenciafiep.com.br

Resgate de Renault

O Grupo Renault anunciou a obtenção de uma linha de crédito junto a um pool de bancos com a garantia do governo da França, para um montante de 5 bilhões de euros. Esta linha de crédito poderá ser utilizada no todo ou em parte, permitindo financiar as necessidades de liquidez do grupo. Em graves dificuldades financeiras e enfraquecida pela crise do covid-19, a Renault havia anunciado o corte de 15.000 vagas de trabalho no mundo inteiro, 4.600 delas na França. O governo francês noticiou o empréstimo no mês passado, mas disse que estava condicionado ao compromisso da Renault em manter empregos e operações básicas na França.


Queda no consumo

O Comitê Internacional do Algodão (Icac) estimou o consumo global em 23 milhões de toneladas para 2019/20, uma queda de 11,3% em comparação com a temporada anterior, reflexo da pandemia do Coronavírus. O comércio internacional em 2019/20 foi reduzido em 9,6%, para 8,34 milhões de toneladas. Se for confirmado o crescimento de 2% na produção global em 2019/20, para 26,2 milhões de toneladas, os estoques finais podem atingir o maior nível em 5 anos: 21,75 milhões de toneladas. O consumo da China em 2019/20 deve recuar 12%, para 7,25 milhões de toneladas. Na Índia, deve cair também 12%, para 4,75 milhões de toneladas. O Paquistão deve observar uma retração de 7% no consumo; o Brasil, de -11%; o Vietnã, de -8%; a Turquia, de -8%; e Bangladesh, de -25%. Os números fazem parte do relatório de junho da entidade.

Embarques de carne suína

De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) sobre a exportação em maio deste ano apontou que o faturamento com a exportação de carne suína foi de US$ 215.226,4 mil, 60,7% a mais do que a receita de maio de 2019, que foi de US$ 133.898,9 mil. A quantia embarcada em maio deste ano foi de 90.722,1 toneladas, 53,2% a mais que as 59.200,7 embarcadas em maio do ano passado. Segundo o analista de mercado da Agrifatto, Yago Travagini, este resultado coloca o mês de maio de 2020 como recorde entre os meses de maio anteriores, puxado, principalmente, pela China. “A China está com estoques reduzidos por problemas produtivos, e a necessidade de manter a segurança alimentar é fundamental. Bater 90 mil toneladas vem em linha com o que a gente esperava, e o valor de faturamento US$ 200 milhões são recorde”.  As exportações de carne suína brasileiras podem chegar em patamares maiores devido ao embargo da China às importações de carne suína dos Estados Unidos.


Produção industrial

A produção industrial brasileira desabou 18,8% em abril, na comparação com março e atingiu o nível mais baixo já registrado no país, conforme divulgou na última quarta-feira, 3, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O tombo recorde evidencia a dimensão do impacto da pandemia do covid-19 e das medidas de isolamento social na atividade econômica. Em março, a produção já havia recuado 9% frente ao mês anterior — variação que foi revisada pelo IBGE ante queda de 9,1% anteriormente divulgada. Com o tombo de abril, o patamar da produção industrial no país ficou 38,3% abaixo de pico histórico, registrado em maio de 2011. Na comparação com abril do ano passado, a queda foi ainda maior, de 27,2%, o sexto resultado negativo seguido nessa comparação e recorde negativo da série histórica da pesquisa.


Atividade do comércio

As restrições de mobilidade e o isolamento social impuseram ao varejo o pior resultado em duas décadas. Dados do Indicador de Atividade do Comércio apurado pela Serasa Experian mostram que as vendas no varejo apresentaram um recuo expressivo de 31,8% em abril, na comparação com igual período de 2019. Trata-se da queda mais intensa desde janeiro de 2001, início da série histórica. A última vez que o comércio havia sentido um tombo tão expressivo foi em janeiro de 2002, quando houve baixa de 16,5%. A comparação mensal do indicador também mostra uma piora no volume de vendas, com queda de 19,4% entre março e abril. A retração se sucede a uma outra queda que fora observada na passagem de fevereiro para março (-16,2%), o que demonstra uma intensificação do cenário desfavorável para o comércio.



Sementes de milho

Santa Catarina irá aumentar o cultivo e a produtividade em suas lavouras. Com o Programa Terra Boa, o Governo do Estado investirá R$ 18,6 milhões para apoiar a aquisição de 200 mil sacos de semente de milho. As sementes disponibilizadas pelo Terra Boa são de médio a altíssimo valor genético, que geram um rendimento maior por hectare plantado. A intenção é diminuir o déficit do grão em Santa Catarina, trazendo mais competitividade para as agroindústrias instaladas no estado e mais renda ao produtor rural. Com uma produção média de três milhões de toneladas e um consumo de quase sete milhões de toneladas para alimentação animal, os catarinenses buscam aproximadamente quatro milhões de toneladas do grão nas lavouras do Centro-Oeste e dos países vizinhos todos os anos.

China suspende compra

O Departamento de Agricultura da Irlanda confirmou no final do mês passado que a exportação de carne bovina para a China foi suspensa temporariamente como resultado de um caso atípico encefalopatia espongiforme bovina atípica (EEB) – conhecido popularmente como “vaca louca” –, depois que uma vaca irlandesa de 14 anos deu positivo para a doença. Segundo as agências internacionais, o Departamento de Agricultura irlandês confirmou que, de acordo com um protocolo acordado com as autoridades chinesas, a exportação de carne bovina foi “suspensa voluntariamente”. A detecção de um caso de “vaca louca” atípico não afetará o status atual de “risco controlado” do país, de acordo com as autoridades. As exportações para a China já haviam sido impactadas pelo Covid-19, relataram as agências de notícias. O Presidente da Associação de Agricultores Irlandeses, Tim Cullinan, disse que a suspensão chinesa foi “decepcionante”, mas deve ser resolvida rapidamente.



Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados.

Saiba mais em www.adipr.com.br.