conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Aumenta a procura pela vacina contra febre amarela em Paranaguá

Secretaria de Saúde recomenda a vacina em virtude da suspeita da doença no Paraná

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) do Paraná investiga o caso de dois macacos encontrados mortos em região de mata em Antonina, diante da possibilidade de que tenham morrido em decorrência de febre amarela. O resultado dos exames deve sair em até uma semana.

Mesmo ainda sem a confirmação para a doença, que já vitimou muitas pessoas no País, a recomendação é para tomar a dose contra a febre amarela. O alerta foi feito pela Sesa na tarde de quarta-feira, 23, para que a população procure a unidade de saúde mais próxima para se imunizar.

A secretaria municipal de Saúde de Paranaguá intensificou a vacinação e disponibilizou as doses em todas as unidades. Em Paranaguá, a procura foi considerada bastante alta pela Secretaria Municipal de Saúde na quinta-feira, 24. Até o final da manhã foram feitas cerca de 200 doses na unidade da Gabriel de Lara. As demais unidades do município devem realizar o levantamento das doses aplicadas na sexta-feira, 25.

Municípios situados na região da divisa do Estado de São Paulo com o Paraná já registraram casos e até óbitos de humanos e macacos pela doença. No Paraná não há registro de casos da doença autóctone (contraída no próprio Estado) desde 2008. No ano passado, houve a confirmação de dois casos, porém importados, ou seja, contraídos em outros locais do País.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DAS UNIDADES DE SAÚDE

A população pode procurar pela vacina em qualquer uma das unidades de saúde em Paranaguá, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, e também naquelas que funcionam em horário estendido, das 18h às 23h. Com horário diferenciado funcionam as unidades localizadas em Alexandra, Ilha dos Valadares, Serraria do Rocha e Vila Garcia, que funcionam das 17h às 23h.

Devem tomar a vacina aquelas pessoas que não tomaram a dose em nenhum momento da vida, que tenham entre 9 meses e 59 anos de idade. Gestantes e imunodeprimidos somente podem ser imunizados se tiverem indicação médica.

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por vírus, que se manifesta por febre, dor no corpo e fraqueza e com alto risco de morte. A doença não é contagiosa e não há transmissão direta de pessoa a pessoa, apenas pela picada de mosquitos infectados com o vírus. Ou seja, os macacos não oferecem risco aos humanos.

Mais de 200 doses foram aplicadas somente na unidade da Gabriel de Lara, na manhã de quinta-feira, 24

SOBRE A DOENÇA

De acordo com o Ministério da Saúde, há dois tipos de febre amarela, silvestre e urbana. As duas são causadas pelo mesmo vírus, mas se diferem pelo vetor de transmissão. A urbana é transmitida pelo Aedes Aegypti e, de acordo com o Ministério da Saúde, desde os anos 40, o Brasil não registra casos deste tipo da doença.

Já a silvestre é transmitida pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabeths, insetos de hábitos estritamente silvestres. A febre amarela silvestre é endêmica em algumas regiões do País, principalmente na região amazônica. Trata-se de uma doença infecciosa febril aguda, transmitida exclusivamente pela picada de mosquitos infectados.
 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.