conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Apenas 29% do público-alvo se vacinou contra a gripe em Paranaguá

Até agora, um total de 9.529 pessoas foram vacinadas, sendo que a meta é imunizar 32 mil cidadãos em Paranaguá

Publicado

em

Campanha segue até o dia 31 de maio e Prefeitura reforça importância da imunização 

Iniciada no dia 10 de abril, a campanha de vacinação não teve ainda uma adesão satisfatória dos grupos prioritários a serem imunizados, que são idosos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas, crianças entre 6 meses e 5 anos, cidadãos com doenças crônicas, professores, trabalhadores da saúde, pessoas privadas de liberdade, indígenas e profissionais do sistema prisional e das forças de segurança. Segundo a Prefeitura de Paranaguá, apenas 29% do público-alvo no município foi vacinado, um total de 9.529 pessoas. A meta é imunizar 32 mil cidadãos de Paranaguá. 

No sábado, 4, aconteceu o Dia D de Vacinação contra a gripe em todo o Brasil. “A movimentação nos postos de saúde nesse dia ficou bem aquém do esperado. Somente 1.800 pessoas foram se vacinar”, informa a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A campanha de vacinação em todo o País e em Paranaguá segue até o dia 31 de maio. 

Sobre a possibilidade de estender a oferta gratuita de vacina contra a gripe para toda a população, a Semsa explica que esta não é uma medida a ser determinada pela prefeitura. “A decisão para que a dose da vacina seja liberada para toda a população é do Ministério da Saúde”, explica a assessoria. 

TEMPO ESFRIA E EXPECTATIVA É QUE PROCURA PELA VACINA AUMENTE 

Há uma expectativa de que com a chegada do inverno, com redução de temperaturas prevista até o fim de maio, aumente a procura pela vacina contra a gripe. “Entretanto, é importante alertar que com a queda na temperatura também já comece a ser verificado aumento de casos envolvendo a doença. Então, para evitar que haja complicações, é importante que as pessoas comecem a se vacinar o quanto antes”, explica a prefeitura

“A vacina da gripe é muito importante, pois ajuda na prevenção e também diminui a incidência de complicações, principalmente entre crianças e idosos. Pedimos que os parnanguaras procurem as unidades para se proteger”, afirma o prefeito Marcelo Roque. 

Segundo a secretária municipal de Saúde, Lígia Regina de Campos Cordeiro, toda a rede de saúde de Paranaguá está à disposição da população desde o início da campanha para oferecer a vacina contra a gripe. “Em todas as 19 unidades básicas temos as doses disponíveis durante o horário comercial. Também estamos atendendo no período da noite na unidade da Gabriel de Lara, das 18h às 23h, o que representa uma facilidade sobretudo para quem trabalha durante o dia”, complementa. 

“A decisão para que a dose da vacina seja liberada para toda a população é do Ministério da Saúde”, explica a assessoria da Prefeitura de Paranaguá (Foto: AEN)

PARANÁ VACINOU CERCA DE 47% DO PÚBLICO-ALVO

A tendência de Paranaguá de procura baixa acontece também no Paraná, porém em menor intensidade, com vacinação de um total de 1.575.906 paranaenses contra a gripe até o sábado, 4, data do Dia D de vacinação. Com isso, o Estado atingiu 47,1% do público-alvo previsto para imunização nos 399 municípios paranaenses. “O balanço antecipado mostra que entre a população prioritária, as puérperas registram até agora a maior cobertura vacinal, com 72,1% do público imunizado. Na sequência estão os indígenas, com 71,2%, idosos com 57,9%, gestantes com 52,4% e crianças com 50,3%”, informa o Governo do Estado. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o grupo prioritário da imunização é composto por pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, mães de bebês nascidos há até 45 dias, crianças entre 6 meses e 5 anos, cidadãos com doenças crônicas ou outras condições clínicas especiais, professores, trabalhadores da área de saúde, pessoas privadas de liberdade, indígenas, profissionais do sistema prisional e das forças de segurança.

“Quem faz parte dos grupos não deve esperar as últimas semanas para se vacinar, pois o agente imunizante leva em torno de dez dias para começar a agir no organismo”, ressalta o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, que é médico de carreira. A vacina contra a gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença e até a morte. “Ao receber a dose, o cidadão está se protegendo e protegendo o próximo”, acrescenta.

Segundo Vera Rita da Maia, enfermeira da Vigilância Estadual, do programa de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), além da vacina, são recomendadas medidas de higienização preventivas como lavagem contínua das mãos, bem como que as pessoas evitem aglomerações e compartilhar objetos de uso pessoal. “São cuidados que ajudam contra a proliferação do vírus”, finaliza.

Segundo a Sesa, neste ano o Paraná já registrou 25 casos de Influenza, com nove mortes.

 

*Com informações da AEN.
 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.