Connect with us

Verão

Litoral do Paraná teve mais de 2 mil ocorrências com águas-vivas

As praias que registraram maior número foram Praia Mansa (Matinhos), Praia do Cristo e Praia Central (Guaratuba). (Foto: Arquivo/AEN)

Publicado

em

Conhecida por queimar a pele nas praias, as águas-vivas e caravelas têm aparecido de forma intensa no litoral do Paraná. O 8.º Grupamento do Corpo de Bombeiros do Litoral do Paraná já registrou mais de duas mil ocorrências desde o início da temporada de verão, no dia 22 de dezembro. O índice está três vezes acima do observado no mesmo período do ano passado.

No entanto, segundo a oficial de Comunicação Social do 8.º Grupamento de Bombeiros, Tenente Virgínia Turra, não precisa haver pânico, apenas seguir os cuidados para evitar queimaduras.

“Apesar dos números estarem acima do observado no ano passado, a situação está sob controle. O Corpo de Bombeiros e a área da saúde do Governo do Estado estão dando conta dos atendimentos a esses casos. As pessoas podem continuar frequentando as praias como sempre fizeram”, destacou a tenente.

No caso de o número de ocorrências aumentarem demais e alguns locais ficarem inseguros para banho, o Corpo de Bombeiros irá sinalizar a praia com bandeiras vermelhas, interditando a área. Além disso, os guarda-vidas também estarão à disposição para esclarecimentos, se for o caso. “Mas, não é o que está acontecendo”, ressaltou a tenente Turra.

As praias que registraram maior número de ocorrências até o momento foram a Praia Mansa (em Matinhos), a Praia do Cristo e a Praia Central (ambas em Guaratuba).

A primeira orientação da tenente do Corpo de Bombeiros para evitar queimaduras com águas-vivas é não tocar nos animais. Se precisar retirá-las ou devolvê-las ao mar, é preciso ter o auxílio de uma pá ou outro objeto. Se houver o contato acidental, o banhista tem que lavar o local com água do mar. A água doce não pode ser utilizada, assim como álcool ou outras substâncias.

No geral, as águas-vivas provocam queimaduras leves, não consideradas graves (Foto: Arquivo/AEN)

Todos os guarda-vidas estão preparados para auxiliar no caso de queimaduras. Para aliviar a ardência, o indicado é usar vinagre, disponível nos postos de guarda-vidas, o que torna ainda mais importante escolher locais protegidos pelo Corpo de Bombeiros para aproveitar os dias de descanso.

Embora o problema possa ser resolvido no momento, a tenente lembra que é preciso ficar atento a sintomas de reação grave, como dores de cabeça, tontura, vômito e outros. Na presença de alguns desses sintomas, o banhista precisa ser levado imediatamente a um pronto atendimento. Em caso de emergência, também é possível ligar para o 193.

CARACTERÍSTICAS

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o tipo mais comum de água-viva encontrada no Paraná mede cerca de 13 centímetros com os tentáculos, tem consistência gelatinosa e a aparência de um guarda-chuva. No geral, provoca queimadura leve, não considerada grave.

Já as caravelas chamam a atenção pela cor roxa e azul e é semelhante a uma bexiga boiando no mar. Pode chegar a dois metros de comprimento com os tentáculos, os quais grudam na pele e liberam substâncias que causam o envenenamento, que pode ter uma manifestação sistêmica, ou seja, capaz de afetar todo o organismo.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.