Connect with us

Valmir Gomes

DIRETORIA ESQUECE O RIO BRANCO

O Rio Branco completou 105 anos na semana passada.

Publicado

em

O Rio Branco completou 105 anos na semana passada. O atual presidente Leandro Ribeiro e sua diretoria, simplesmente esqueceram a data histórica, sequer convocaram a imprensa para uma coletiva. Muito menos tentaram fazer um jantar, nem que fosse por adesão, ou um jogo amistoso com os veteranos atletas. Nada, absolutamente nada! Parece que o nosso querido Rio Branco inexiste. Estamos a pouco tempo do trabalho inicial, visando ao Campeonato Estadual de 2019. Até agora nenhum movimento da atual diretoria visando a compor uma comissão técnica e, consequentemente, uma equipe à altura da tradição do Leão da Estradinha. Outro dia, saí de Curitiba e fui assistir a um jogo do Rio Branco pelo Campeonato Estadual sub-17, pretendia trocar ideias com o presidente sobre o futuro do clube. Lamentavelmente o presidente não apareceu na Estradinha. Assim fica difícil de ajudar…

 

A VOZ DOS VESTIÁRIOS

O primeiro tempo foi meio devagar, burocrático. Mesmo atacando mais, o Atlético não conseguia abrir o placar, estava sonolento e sem iniciativa. Veio o intervalo, e com ele a conversa do técnico Tiago Nunes com seus atletas, foi o que bastou. Golearam o Sport sem dó nem piedade, Bergson desencantou e Roni também. A goleada de 4×0 veio ao natural, foi só se interessar um pouco mais. A voz dos vestiários no intervalo foi fundamental, o resto é perfumaria barata. Sobre o Paraná Clube, nem é bom falar, vamos poupar seus atletas de mais críticas. As derrotas falam por si.

 

EMPATE NAS FALHAS DO WILSON

O Coritiba fazia sua segunda melhor partida no campeonato, a outra foi contra o Goiás, e quando parecia que ia vencer o Figueirense em Florianópolis, Wilson, o seu grande goleiro, botou tudo a perder. O empate veio nas falhas do guarda-metas, uma lástima para o Coxa. Se ganha entra no páreo do G4, o empate lhe cria dificuldades. Vida bandida do Coritiba.

 

O “MENOS RUIM”

Gente, o que todos nós recebemos de Fake News sobre os candidatos a presidente é um absurdo. Pouco se fala dos projetos de Governo para o Brasil, muito se critica pessoalmente o adversário. Nas redações de rádio ou TV, o diretor de Marketing tem mais poder que o diretor de jornalismo. A mentira passou a ser uma arma contra o adversário. Pior, todos do partido apoiam, sem o menor constrangimento. Poderia até ser cômico, se não fosse trágico. Eles criam a mentira e esquecem a verdade. Acusam o adversário de tudo, repetem a exaustão, sempre achando soluções mágicas para problemas reais. Um autêntico samba do crioulo doido. Nunca estivemos em uma situação igual, os candidatos nos deixam sem opção inteligente. Usando a linguagem do futebol, não vai vencer o melhor, vai vencer o menos ruim. Pode ser a vitória do medo, nunca será a vitória da competência. A que ponto chegamos, caríssimos leitores!

 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.