Connect with us

Trânsito

Região da rotatória do Parque São João recebe sinalização

Nova sinalização foi feita pelo município no local. Pedido é para que todos a respeitem por um trânsito pacífico

Publicado

em

População aprova obras, mas sugere semáforo para reduzir acidentes

Nas últimas semanas, a Prefeitura de Paranaguá implantou uma nova sinalização da rotatória do Parque São João para ciclistas, motoristas e pedestres, algo que faz parte da revitalização da Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto. Apesar de já estar programada para ocorrer, a benfeitoria ocorre após acidente na região no dia 4 de fevereiro, que teve como vítima fatal a gestante Gisele Adriana Fernandes, de 18 anos. O fato acendeu o alerta quanto à mobilidade urbana no local e o risco de vida aos cidadãos. A população aprova a melhoria, mas sugere a instalação de um semáforo, algo que para alguns resolveria de vez o tráfego no local.

Assim como ocorre em toda a área urbana do município, a pintura e benfeitoria na rotatória foram realizadas pelo Setor de Sinalização Viária da Superintendência Municipal de Trânsito (Sumtran), pertencente à Secretaria Municipal de Segurança (Semseg). De acordo com o superintendente municipal de Trânsito, Leônidas Martins Junior, já havia um cronograma para a sinalização viária no local desde 2018 em toda a Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto. "Assim que os materiais adquiridos com recursos do Fundo Municipal de Trânsito chegaram, foram iniciados os serviços de sinalização e a rotatória no Parque São João faz parte daquela avenida. Os trabalhos continuarão até o final dessa via quando se cruza com a Avenida Coronel Elísio Pereira", explica.

Ciclista Lucas Martins aprovou a nova sinalização. "Se todo mundo respeitar não acontece acidente", destaca

Segundo Martins, a fiscalização é outro ponto importante na mobilidade da região. "Agentes de trânsito, em diversos horários, fazem ponto base no posto de policiamento ostensivo do Parque São João e proximidades, realizam as fiscalizações, sejam elas por distração do condutor com os pedestres e ciclistas, quanto a utilização do celular ou a não utilização do cinto de segurança. Essas são medidas para um trânsito melhor. Estamos no início dos trabalhos da equipe da Educação para o Trânsito nas operações de conscientização da utilização da faixa de pedestres e das ciclofaixas em busca de um ambiente mais seguro para todos", ressalta o superintendente.

POPULAÇÃO APROVA NOVA SINALIZAÇÃO

Deise Regina Pereira, comerciante que atua na rotatória do Parque São João há 25 anos, afirma que o acidente fatal que ocorreu em fevereiro foi o primeiro que viu na região que tirou a vida de uma pessoa. "Contudo, há pequenas batidas direto. Sempre teve", explica, destacando também a necessidade de responsabilidade por parte de ciclistas que trafegam na rotatória. "Com a nova sinalização tem que melhorar, acredito que melhore, pois tem faixa, lombada, pontilhado, impossível a pessoa não enxergar. Todos respeitando tudo melhora", destaca. Ela também pede uma fiscalização mais intensa da Guarda Civil Municipal (GCM) na rotatória que, para a comerciante, é um instrumento eficaz para a mobilidade da região. 

Lucas dos Santos Martins, ciclista que reside no Parque São João e atua como vendedor ambulante, frisa a importância da nova sinalização. "Ficou bom, as faixas estavam muito apagadas. Se todo mundo respeitar não acontece prestar atenção com os caminhões", explica.

Taxistas de ponto próximo à rotatória afirmam que semáforo seria solução definitiva para trânsito na região e menos acidentes

PEDIDO POR SEMÁFOROS

Taxistas que trabalham em um ponto em frente a um supermercado bem ao lado da rotatória do Parque São João entendem que a sinalização viária não é suficiente para garantir a segurança no trânsito na localidade. Segundo eles, que preferiram se identificar coletivamente como categoria profissional, somente um semáforo poderia de fato agilizar o tráfego no local e evitar a ocorrência de acidentes. 

"O certo mesmo é colocar um sinaleiro na rotatória. Na sinalização os motoristas não respeitam ninguém, nem nas faixas brancas, quase passam por cima da gente. Um sinaleiro ia melhorar de vez, porque daí o motorista tem que parar obrigatoriamente", afirma o ensacador aposentado Martílio dos Santos, conhecido como "Seu Pelé", que utiliza a bicicleta como meio de transporte. "Além disso, o tráfego pesado de caminhões é muito perigoso para nós, os semáforos também iriam ajudar nisso", finaliza. 

"Um sinaleiro ia melhorar de vez, porque daí o motorista tem que parar obrigatoriamente", afirma o ensacador aposentado Martílio dos Santos

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.