Connect with us

Caos Ferroviário

População aguarda solução para manobras da RUMO

Moradores reclamam de atrasos nos compromissos em decorrência das manobras

Publicado

em

Não é de hoje que a população de Paranaguá sofre com os transtornos gerados pelas composições de trem da empresa RUMO, que vão muito além das buzinas altas a qualquer hora e falta de sinalização adequada, nas principais passagens de nível, além das constantes manobras em pleno horário de pico. 

Moradora no bairro do Bangu, Dora Amorim enfatiza que, dependendo da composição, é preciso esperar mais de 20 minutos. “Eu utilizo esta passagem de nível da Avenida Roque Vernalha quase todos os dias, pois trabalho aqui na região da Vila Santa Cecília. Muitas vezes chego atrasada, pois, em várias ocasiões, eles ainda voltam, quando já está quase terminando a composição, sem falar no perigo dos acidentes. Nós, pedestres, temos que desviar de ciclistas, motociclistas, carros e caminhões, pois fica uma multidão que quer atravessar rápido e se não redobrar a atenção a gente é atropelada. É muito perigoso, e eles atrapalham muito nos horários de pico podendo chegar de 20 a 30 minutos”, destaca Dora. 

 


Leia mais…

Em busca de solução, prefeito se reúne com a RUMO

MPPR está investigando poluição sonora da RUMO em Paranaguá

População reclama das manobras da RUMO em horário de pico e pede solução


 

Para a dona de casa Eloir Chaves Alves, moradora no Jardim Araçá, as manobras atrapalham, pois não tem um horário determinado para que aconteçam. “Já perdi o horário de consulta médica, por não saber o horário da manobra. É criança indo para a escola, gente indo para o trabalho, chega atrasado, leva bronca do patrão, e para isso a empresa e a cidade precisam achar um bom termo e caminhar juntas. É muita reclamação e precisa de solução”, destaca. 
  
Moradora na Vila Santa Cecília, Marta Alves Pereira enfatiza que, em virtude de não haver uma passagem, as manobras acabam influenciando nos horários e compromissos da população em geral. “Eu tento me programar para fazer as coisas, mas quando tem manobra ficamos travados, já tive compromisso em que quase cheguei atrasada por ficar esperando a manobra. É horrível, pois sempre se fala em mudança de horário, construção de viaduto e rebaixamento, mas não acontece nada. Está difícil”, destaca Marta. 

trem em paranaguá rumo all

Morador no bairro Caic, Ubiratan Bento diz que perde serviço por ficar parado nas manobras. “Moro do outro lado da cidade e, como agora, acabo ficando aqui parado, esperando o trem passar, tem dia que ficamos perto de meia hora, e com isso acabo perdendo de trabalhar. Isto está assim desde que cheguei aqui no ano de 1991, vejo promessas e até hoje nada. Já imaginou uma ambulância ficar presa neste movimento, o que será que vão esperar acontecer”, indagou Bento. 
O comerciante Marcos Antonio Surian enfatiza que muitas pessoas circulam pela Avenida Roque Vernalha. “As manobras continuam atrapalhando demais a população e comerciantes da região, é necessário o rebaixamento urgente dos trilhos para solucionar o problema”, externa Marcos.  

Todos os entrevistados esperam que os transtornos elencados, possam ter uma solução, havendo uma visão harmônica entre a empresa concessionária com a cidade e seus moradores, investindo nas melhorias necessárias à fluidez do trânsito, tais como a correta sinalização e conservação do trecho urbano da ferrovia e o rebaixamento da linha férrea. 
 

Continuar lendo