Connect with us

Trabalho

Trabalhadores dos Correios entram em greve por tempo indeterminado

Sintcom-PR afirma que no Estado a paralisação foi de 70%; enquanto os Correios afirmam que 86,69% dos empregados estão trabalhando normalmente

Publicado

em

Os trabalhadores dos Correios do Paraná entraram em greve por tempo indeterminado, na quarta-feira, 11. A decisão foi referendada em assembleias realizadas em todo o Estado. A adesão à greve é de 70% no Paraná, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Comunicações Postais, Telegráficas e Similares do Paraná (Sintcom-PR).

As adesões têm crescido e o Sindicato afirma que tem conduzido com responsabilidade e empenho na conscientização dos trabalhadores. “O momento exige união total da categoria para que os direitos e empregos não sejam exterminados. A Empresa não recebe os trabalhadores para negociar desde o dia 12 de junho. Até o momento, a única proposta para a categoria foi um reajuste de 0,8%, frente ao INPC de 3,25% acumulado no período da data-base, além da retirada de direitos históricos que vão impactar nos salários dos trabalhadores com perdas de mais de R$ 7 mil no ano”, explicou o Sintcom-PR.

Segundo o Sindicato, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) afirma que um carteiro custa mais de R$ 10 mil mensais, enquanto o salário base de um carteiro é de R$ 1.600. “A manobra da ECT foi adiar as discussões para depois da data-base da categoria, que é em agosto, jogando os trabalhadores em um limbo jurídico, que agora estão sem a vigência do Acordo Coletivo, pois ela se recusou a prorrogar. O presidente da empresa insiste em reduzir benefícios que rebaixariam ainda mais o salário da categoria, que já é o pior entre todas as estatais”, defende o Sintcom-PR, em nota.

“Todos os 36 sindicatos de trabalhadores dos Correios aderiram à greve. A reivindicação é por um reajuste que cubra pelo menos a inflação do período e contra o corte de direitos”, destacou, em nota, o Sindicato da categoria

PARALISAÇÃO PARCIAL

A Assessoria de Imprensa dos Correios informou que a paralisação dos empregados é parcial e não afeta os serviços de atendimento da estatal. “A empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas”, enfatizou os Correios.

De acordo com os Correios, um levantamento parcial foi realizado na manhã de quarta-feira, 11, e mostrou que 82% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente. “No Paraná, 86,69% dos empregados estão trabalhando normalmente”, frisou.

Relacionado à negociação, os Correios afirmam estar executando um plano de saneamento financeiro para garantir sua competitividade e sustentabilidade. “Desde o início de julho, a empresa participa de reuniões com os representantes dos empregados, nas quais foi apresentada a real situação econômica da estatal e propostas para o acordo dentro das condições possíveis, considerando o prejuízo acumulado, atualmente na ordem de R$ 3 bilhões. As federações, no entanto, expuseram propostas que superam até mesmo o faturamento anual da empresa”, disse a empresa.

A estatal ressaltou ainda que paralisações em momentos como este agravam a situação econômica da empresa. “Por essa razão, os Correios contam com a compreensão e responsabilidade de todos os seus empregados, que precisam se engajar na missão de recuperar a sustentabilidade da empresa e os índices de eficiência dos serviços prestados à população brasileira”, concluiu a ECT.

 

Foto: Divulgação/Sintcom-PR

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.