Logotipo

Novo golpe no WhatsApp: Hackers criam falso cupom do Burger King

04 de janeiro de 2018

A promessa é de R$ 50 caso a vítima responda a três perguntas e compartilhe o link malicioso com seus amigos no WhatsApp

Compartilhe

Já nos primeiros dias de 2018, o Burger King se tornou isca para golpes no WhatsApp. De acordo com informações do DFNDR Lab, laboratório da PSafe especializado em segurança digital, pelo menos 350 mil usuários clicaram no link malicioso, que promete descontos na rede de fast food. No phishing, a pessoa recebe, pelo mensageiro, um link que traz uma pesquisa de satisfação sobre o atendimento nos restaurantes. O site promete que, após responder as perguntas e compartilhar a pesquisa com 30 amigos, a vítima será agraciada com um cupom de R$ 50 para gastar com lanches.

 

Como funciona o golpe do falso cupom do Burger King

A vítima recebe de algum amigo ou conhecido um link prometendo um cupom de R$ 50 na rede de fast food.  Ao clicar, é direcionada a responder a três perguntas para ganhar o suposto voucher (“Qual dos nossos sanduiches você mais gosta?”; “Você está satisfeito com o nosso atendimento?”; “Você indicaria o BK aos seus amigos?”).

Independentemente das respostas fornecidas, é encaminhada a uma página que solicita o compartilhamento com 30 amigos ou grupos no WhatsApp para ter direito ao suposto cupom. Além disso, é necessário que disponibilize seu contato de e-mail para envio da falsa promoção.

Ao concluir o processo, a vítima pode ser cadastrada em serviços de SMS pago – que efetuam cobranças indevidas – ou, então, é induzida a baixar apps falsos, que podem infectar o smartphone ou o computador e deixá-la vulnerável a outros tipos de crimes e/ou prejuízo financeiro.

Essa não é a primeira vez que o Burger King tem sua marca envolvida em crimes digitais. Em 2016, um golpe muito parecido foi divulgado pela empresa de segurança digital ESET, onde usuários também eram enganados por uma suposta pesquisa de opinião que ofereceria, em troca, R$ 50 reais de desconto na compra de alimentos.


Posição do Burger King

Conforme a PSafe, a assessoria de imprensa do Burger King no Brasil reforçou que a promoção usada pelos hackers no golpe é falsa e esclareceu que a rede de fast-food somente divulga suas promoções por meio de canais oficiais do aplicativo, carrossel do Facebook e cupons físicos.



   Dicas para não cair neste tipo de golpe:   

  • Use uma solução de segurança para bloquear aplicativos e sites maliciosos
  • Não clique em links estranhos ou suspeitos enviados por meio de mensagens de texto, WhatsApp ou outros aplicativos
  • Nunca forneça informações pessoais para fontes não confiáveis
  • Não instale aplicativos de fontes não oficiais
  • Não compartilhe mensagens suspeitas com outros usuários


Com informações de Psafe.com e Techtudo







Colunistas