Connect with us

Semeando Esperança

Nossa Senhora do Rosário: uma igreja, uma cidade!

A devoção a Nossa Senhora do Rosário é muito antiga em terras parnanguaras; para compreender, basta percorrer, ainda que rapidamente, a nossa história, a partir do século 16

Publicado

em

A devoção a Nossa Senhora do Rosário é muito antiga em terras parnanguaras; para compreender, basta percorrer, ainda que rapidamente, a nossa história, a partir do século 16.

O litoral paranaense, onde habitava a grande nação Carijó, começou a ser povoada por portugueses, espanhóis e seus descendentes, em meados do século 16. Eles, vindos de Cananeia e São Vicente, instalaram-se em vários pontos da baía de Paranaguá, formando um arraial na Ilha da Cotinga; a partir de 1575 transferiram-se para o continente.

Esses primeiros estrangeiros que para cá vieram, trouxeram consigo a tradição católica, marcada pela devoção a Nossa Senhora, o que os levou a construírem uma capela, inaugurada em 1578, dedicada a Nossa Senhora do Rosário. O povoado contava, então, com uma população de três a cinco mil pessoas (Nascimento Junior). Com o intuito de socorrer espiritualmente essa população, os jesuítas da Paróquia de São João Batista, de Cananéia, vinham esporadicamente e aqui realizavam sua missão, dedicando-se especialmente à catequese, ministrada inclusive aos índios.

Passados setenta anos da inauguração da Capela dedicada a Nossa Senhora, o rei de Portugal, D. João IV, no dia 29 de julho de 1648, elevou o povoado a Vila de Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá. Esta é a data de criação do nosso Município. Em seguida, o Bispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Antônio de Mariz Loureiro, criou, no dia 05 de abril de 1655, a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá, nomeando o Padre Dionísio de Melo Cabral como seu primeiro pároco.

Depois disso, com a autorização daquela Diocese, foram construídas outras igrejas em Paranaguá, entre as quais a de Nossa Senhora das Mercês, na Cotinga, em 1677; a de Nossa Senhora das Mercês, na Gamboa, em 1700; a de São Francisco das Chagas, em 1741, construída no local onde existia a ermida de Nossa Senhora do Bom Sucesso.

A igreja de Nossa Senhora do Rosário foi elevada à dignidade de Catedral da nova Diocese de Paranaguá, criada no dia 21 de julho de 1962, pelo Papa João XXIII, hoje, São João XXIII (27/04/2014). E aquele que tinha sido seu vigário paroquial, o Padre Bernardo José Nolker, redentorista, pode entrar nela como primeiro Bispo da nova Diocese. Assim, em 441 anos de sua existência, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário passou de Capela do povoado a Matriz do município e, finalmente, a Catedral da nossa querida Diocese de Paranaguá que, ao celebrar seus 57 anos, deu início ao Triênio Jubilar.

A Cidade e a Igreja de Paranaguá têm, portanto, sua história marcada pela devoção a nossa Senhora do Rosário, cuja solenidade é celebrada cada ano no dia 7 de outubro.

Com esta oração que remonta ao 3.º século, podemos nos dirigir cada dia a Nossa Senhora e nos confiarmos aos seus cuidados maternos: “À vossa proteção recorremos, santa Mãe de Deus; não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita”.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.