conecte-se conosco

Segurança

Litoral contará com 91 postos de guarda-vidas na temporada 2019-2020

Dos postos de guarda-vidas, 31 ficarão em Pontal do Paraná, 29 em Matinhos, 28 em Guaratuba, dois na Ilha do Mel e um tático móvel de rios em Morretes (Foto: AEN/Arquivo)

Publicado

em

Ao todo, no mínimo 620 bombeiros militares e 50 guarda-vidas civis voluntários atuarão na região 

Programada para ser iniciada no dia 20 de dezembro, a Operação Verão 2019-2020 reforça o efetivo de segurança pública no litoral do Paraná, sendo que um dos principais objetivos é a atuação do Corpo de Bombeiros do Paraná, com foco nos guarda-vidas, visto o alto fluxo de turistas e banhistas nas praias paranaenses, algo que aumenta o alerta para os afogamentos. Segundo o  comandante do 8.º Grupamento do Corpo de Bombeiros (8.º GB) do Litoral do Paraná, major Jonas Emmanuel Benghi Pinto, um total de 620 bombeiros militares e 50 guarda-vidas civis voluntários atuarão na região, com foco principal nas praias e rios do litoral, que contarão com 91 postos de guarda-vidas durante a Operação Verão que será finalizada em meados de março. 

“A localização dos Postos de Guarda-Vidas (PGVs) é fixa e procura atender aspectos relacionados ao alto fluxo de banhistas, área de maior risco e/ou localização estratégica”, explica o Major Emmanuel. Segundo ele, para a temporada 2019-2020 o Corpo de Bombeiros possui programado, ao todo,  91 Postos de Guarda-Vidas no litoral. “Deste total, 31 em Pontal do Paraná, 29 em Matinhos, 28 em Guaratuba, dois na Ilha do Mel e um tático móvel de rios em Morretes”, complementa.

De acordo com o comandante do 8.º GB, é essencial que o banhista sempre procure locais com cobertura dos guarda-vidas. “Ficando dentro da Área Protegida por Guarda-Vidas (entre duas bandeiras “vermelho sobre amarelo”) o banhista sabe que terá a supervisão e a eventual ação direta de uma dupla de Guarda-Vidas enquanto o posto estiver ativo. Fora dessa área (nas áreas com bandeiras “pretas”), a supervisão é esporádica por meio dos patrulhamentos terrestre, aquático e/ou aéreo”, explica. 

“Para localizar os Postos de Guarda-Vidas e procurar saber quais estão ativos, sugerimos que baixe nosso aplicativo (APP) ‘Bombeiros Paraná’, lembrando que, em caso de emergência, ligue 193”, afirma o comandante do 8.º GB, Major Emmanuel

LOCAIS NÃO PROTEGIDOS

“Não há proibição quanto ao fato de uma pessoa entrar na água e um local não protegido por guarda-vidas; há uma recomendação. Assim, nós recomendamos que, caso a pessoa queira um banho de mar mais seguro, procure sempre um Posto de Guarda-Vidas ativo. Caso não exista um posto ativo e ela queira entrar na água, que o faça com muita moderação, no raso, procurando respeitar seus limites. Colocar-se em risco sempre é perigoso. Para as pessoas que não têm boa condição natatória, uma boa recomendação é que: jamais deixe que a água passe da linha da cintura”, explica o Major Emmanuel. 

Segundo ele, outra ferramenta que pode ajudar na segurança dos banhistas é a Internet e o telefone. “Para localizar os Postos de Guarda-Vidas e procurar saber quais estão ativos, sugerimos que baixe nosso aplicativo (APP) “Bombeiros Paraná”, lembrando que, em caso de emergência, ligue 193”, complementa.

PREPARATIVOS PARA A OPERAÇÃO VERÃO

O comandante ressaltou que os preparativos para a Operação Verão possuem um planejamento aprovado em abril de cada ano. “Portanto, já estamos na fase final das aquisições de materiais e equipamentos, procurando viabilizar o maior número de viaturas e embarcações. Na próxima temporada estamos prevendo, no mínimo, 620 Bombeirosa Militares e 50 Guarda-Vidas Civis Voluntários”, finaliza major Emmanuel. 

Continuar lendo
Publicidade